A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

24/06/2011 13:28

Moradores ficam revoltados com recusa da Prefeitura em tirar lixo das ruas

Paula Vitorino

Mutirão de limpeza no Taquaral Bosque ficou pela "metade"

Entulhos e restos de árvores não foram retirados por serem particular. (Fotos: Simão Nogueira)Entulhos e restos de árvores não foram retirados por serem particular. (Fotos: Simão Nogueira)
Máquinas fizeram mutirão de limpeza no bairro. Máquinas fizeram mutirão de limpeza no bairro.

Moradores do bairro Taquaral Bosque ficaram revoltados nesta manhã e quase se envolveram em briga com funcionários da Prefeitura Municipal de Campo Grande. O tumulto aconteceu quando os responsáveis pelas máquinas, que fazem a limpeza dos bairros, se recusaram a recolher alguns materiais das ruas e ainda notificaram moradores que haviam colocado entulho nas vias.

Moradores informaram que a justificativa do fiscal municipal foi de que lixo e entulho particulares não são responsabilidade pública, mas sim, do proprietário do imóvel.

No entanto, a comerciante Maria Aparecida Harthmann, de 52 anos, uma das notificadas, afirma que os moradores não sabiam da “regra estabelecida”, já que sempre que ficavam sabendo do mutirão de limpeza colocavam os entulhos na rua para serem recolhidos.

Ela colocou os restos de terra e entulho da obra de sua residência no meio-fio e, segundo ela, foi notificada a limpar o local em 24h para não receber multa.

“Eles falaram que terra e entulho particular não recolhem, podem até estar certos, mas a gente não sabia disso. Sempre que avisam do mutirão de limpeza a gente coloca os materiais na rua pra recolherem”, diz.

Pelas ruas do bairro ficaram amontoados de diversos materiais, como restos de árvores, materiais de construção e lixo orgânico.

O presidente da associação de moradores do bairro, Antônio de Jesus Manso, disse que a maior indignação dos moradores foi em relação à atitude dos funcionários. Ele questiona o fato de os fiscais terem passado multando e recolhendo o lixo no mesmo dia.

“Podiam ter passado alguns dias e explicado, falado que não iam retirar esse tipo de entulho. Aí teríamos mais prazo para fazer a limpeza”, explica.

Ainda segundo ele, funcionários da empresa responsável pela máquina, que não são fiscais, desrespeitaram os moradores. Antônio também acusa os funcionários de oferecer o serviço de limpeza “por fora”, com o pagamento sendo feito particular.

“A mulher falou que iam vir à tarde com as máquinas para limpar os entulhos de quem quisesse pagar a parte”, afirma.

Ao menos dez máquinas estavam fazendo a limpeza no bairro. Funcionários, que não quiseram se identificar, informaram que a ordem era recolher apenas lixos e entulhos da Prefeitura Municipal. Dessa foma, os materiais particulares não seriam levados e o proprietários notificados.

Resposta - Por conta do feriado prolongado no setor administrativo da Prefeitura Municipal, a reportagem não conseguiu contato com a assessoria. O secretário da Semadur (Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano), Marcos Cristlado, também não foi encontrado para esclarecer se houve mudanças nas regras para o mutirão de limpeza, como também para as notificações.

STF tem maioria a favor de delação negociada pela Polícia Federal
O Supremo Tribunal Federal (STF) formou hoje (13) maioria para manter a autorização legal para que a Polícia Federal (PF) possa negociar delações pre...
UFGD oferece vagas em 36 cursos de graduação pelo Sisu
A UFGD (Universidade da Grande Dourados) está ofertando 944 vagas em 36 cursos de graduação para o Sisu (Sistema de Seleção Unificada). As inscrições...


Eu não sou obrigado a ver o dinheiro que pago em impostos ser usado em benefício de porcalhões que não sabem viver em sociedade. Toda vez que precisei de recolher lixo e entulho que eu mesmo produzi, arquei do próprio bolso com os custos pelo serviço de limpeza.
 
Fernando Silva em 25/06/2011 12:59:50
Bom... esses moradores não são "porcos". Eles apenas "aproveitaram" que iam fazer a coleta e colocaram os entulhos na rua.
A prefeitura poderia muito bem recolher, pois não era sucata.
Pagamos muito caro pelo IPTU entre outros impostos, porque a prefeitura não ajudaria nessas horas?
Teve gente que colocou restos de galhos um dia antes da coleta, e o mato que a propria prefeitura cortou, fazia uns 15 dias ainda nas ruas do bairro. Sabemos que a limpeza que a mesma faz é OBRIGAÇÂO, pois pagamos por isso, no entanto, julgar esses moradores é ir contra a nós mesmos, aos nossos direitos.

 
Juliana Silva em 25/06/2011 12:05:35
Concordo plenamente com o Sr. Júlio Oscar. E acrescento mais: A prefeitura deve mesmo multar quem pratica tais atos.
 
jose alfredo de melo em 25/06/2011 09:32:26
Sr° Paulo disse tudo!
Assino em baixo....
 
Cristiane Rocha em 25/06/2011 07:38:23
Bom vejo da seguinte forma, tem coisa que é certo a prefeitura retirar, por exemplo não custa nada, afinal pagamos IPTU pra que? Retirarem alguns entulhos acumulados inclusive no período de chuvas, agora o que não está certo é essa de colocarem sofá, fogão velho, dentre outras coisas.
E só pra lembrar a coleta do lixo doméstico é obrigação do município, a dois dias que não passa lixeiro aqui no Cabreúva, as ruas já estão ficando cheias de lixo, pra doenças não existe feriado prolongado senhores administradores.
 
Oswaldo Benites em 24/06/2011 08:42:46
POVO PORCO.
SO EM CAMPO GRANDE FAZEM ISSO.
JOGAM LIXO NA RUA PARA A PREFEITURA RECOLHER.
ISSO TEM QUE ACABAR.
ALUGUEM UMA CAÇAMBA PARA REMOVER O ENTULHO.
POR QUE PESSOAS CIVILIZADAS NAO FAZEM ISSO.
 
JULIO CESAR em 24/06/2011 08:03:56
Fica minha pergunta! Se o poder publico não fizer coleta, e retirada de lixos das ruas? Quem devera fazer?
 
francelino costa amorim em 24/06/2011 07:32:42
O município não tem obrigação de limpar a sujeira e a falta de educação de ninguém.
Se não sabem o que é viver em comunidade, resta aos sugismundos de plantão morarem numa gruta, onde a sujeira a que estão acostumados a conviver estará sempre a seu lado.
DEPOIS NÃO ADIANTA RECLAMAR DE DENGUE E FALTA DE MÉDICOS EM POSTOS DE SAÚDE.
QUEM NÃO COLABORA PERDE A RAZÃO,
EDUCAÇÃO JÁ.
 
Paulo Luiz em 24/06/2011 05:37:50
Na verdade se a prefeitura fizesse as praças e algo mais, nos bairros nao precisaria limpar, assim o lixo ficaria por conta dos moradores, mas fica so o terrenos juntando os lixos, entao a prefeitura que arque com as consequencias, pois depois vao cobrar do povo mesmo
 
thiago souza em 24/06/2011 05:26:23
O povo não é folgado não, aqui no bairro todos os anos a prefeitura passa uma vez recolhendo todo tipo de material, desde de arvores cortadas ate restos de obras... nunca fomos avisado de qualquer mudança e sempre a prefeitura recolheu, inclusive, acho que esta atitude é correta e o resultado foi que a dengue e a leishimaniose praticamente foram extintas.... acho bom a prefeitura esclarecer essa mudança. A coisa anda meio bagunçada nesta administração....informação é sempre o melhor caminho para que se evite problemas deste tipo.
 
agricio araujo lima em 24/06/2011 05:13:33
o povo é bem folgado mesmo heim!
daqui uns dias vao querer q a prefeitura faça faxina dentro de suas casas...
parabéns pelas multas!!!!
 
Ana Paula Medeiros em 24/06/2011 03:37:39
Mas a prefeitura não vê que é uma questão de Saúde Pública ??????

Se os moradores limparem suas casas, removendo o lixo e colocando para a prefeitura leva-los junto estariam prevenindo casos de dengue, escorpiões, ratos, e etc etc etc.

MAS NÃOOOOO... IGNORÂNCIA É PHODA !!!!

Por isso que sempre digo... Educação é a base de tudo!!!
 
Daniel Feliz em 24/06/2011 02:52:30
Esses moradores são folgados mesmo!!! O mutirão da limpeza é para cortar arvores, gramas altas e etc., não pra levar lixo residêncial de morador preguiçoso!!! Nas ruas do bairro Santa Luzia até sofá velho tem jogado na calçada para que a prefeitura leve embora!!! E daí vem a pergunta: o que o poder público tem com isso?!?!?!
 
Kiaren Sapatilha em 24/06/2011 02:51:47
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions