ACOMPANHE-NOS    
SETEMBRO, DOMINGO  27    CAMPO GRANDE 28º

Cidades

MPE denuncia crime até em eleição de conselheiro tutelar

Por Redação | 28/08/2009 07:40

Cargo criado para zelar por crianças e adolescentes, até em eleição para conselheiro tutelar o Ministério Público Estadual encontra ilegalidade. Nesta semana, o MPE entrou com pedido de impugnação de candidatura e de liminar para evitar a posse de Fernando Augusto Galhardo Martinho, eleito no Conselho Tutelar de Três Lagoas.

Segundo a denúncia, no dia 4 de julho deste ano ele só foi eleito porque, "infringindo normas éticas, morais e legais, trapaceou os demais candidatos, determinando que parentes fizessem o transporte de vários eleitores até o colégio de votação", argumenta a promotora Ana Cristina Carneiro Dias.

Em três lagoas, o MPE ficou de vigia nas redondezas do colégio Edward´s Correa e Souza, onde ocorreu a votação. Ao longo do dia, foi observado que o veículo Gol preto, de placa HSI 6859, que levou Fernando ao local, também fez várias viagens lotado de eleitores.

O Ministério Público identificou que o carro era dirigido pelo filho do candidato, Augusto Martinho.(Informações da assessoria do MPE)

Regras de comentário