A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 21 de Janeiro de 2018

05/04/2016 08:23

MPE investiga se há mais “clientes” em esquema de exploração sexual

Aline dos Santos
Segundo Marcos Alex, existência de outros clientes é investigada sob sigilo, (Foto: Fernando Antunes)Segundo Marcos Alex, existência de outros clientes é investigada sob sigilo, (Foto: Fernando Antunes)

O escândalo de exploração sexual de adolescente envolvendo políticos e empresários, que veio à tona no ano passado, ainda tem investigação em curso para identificar se havia outros "clientes". De acordo com o titular do Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado), promotor Marcos Alex Vera de Oliveira, o trabalho é feito sob sigilo. “Não posso dar detalhes”, diz.

Em 2015, o MPE (Ministério Público Estadual) formou uma força-tarefa para investigar o esquema. A apuração foi dividida em três “frentes”. A primeira foi a denúncia contra políticos e empresários, que foram condenados e, atualmente, recorrem da decisão. Na segunda, surgiram os nomes de três agenciadoras e de um dono de frigorífico. A terceira fase ainda acontece, com a investigação de clientes.

O começo foi em abril de 2015, quando os ex-vereador Robson Martins e o empresário Luciano Roberto Pageu foram flagrados recebendo R$ 15 mil do então vereador Alceu Bueno. Para evitar a divulgação dos vídeos, conforme a polícia, ele pagou R$ 100 mil aos acusados de extorsão.

Eles tinham gravados imagens de Bueno com duas adolescentes. Em seguida, foi preso Fabiano Viana Otero, apontado como mentor do esquema. Durante a investigação, o ex-deputado estadual Sérgio Assis foi denunciado. Em dezembro do ano passado, os cinco foram condenados.

Em outubro de 2015, a Justiça aceitou denúncia contra outras quatro pessoas. No último dia 16 de janeiro, a audiência foi suspensa após duas das adolescentes que iriam depor alegarem constrangimento. Na ocasião, os novos depoimentos foram remarcados para dia 6 de abril.

Políticos recorrem de condenação em escândalo por exploração sexual
Os condenados por exploração sexual, incluindo três políticos, recorreram da decisão da Justiça. Em dezembro do ano passado, cinco pessoas foram cond...
Constrangidas, adolescentes têm depoimentos sobre exploração sexual adiados
A audiência sobre o esquema de exploração sexual de adolescentes em Campo Grande, envolvendo políticos e empresários locais, foi suspensa após duas d...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions