A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

15/05/2009 09:22

Mulher e amante planejaram morte de empresário de MS

Redação

A dona de casa Ana Paula da Silva, 31 anos junto do amante Gilênio Adilson dos Santos, 29 anos, estão presos e são os principais suspeitos de planejar a morte do microempresário Moacir Paim de Moura, 49 anos, ocorrida dia 19 de março, em São Paulo. Moacir era nascido na cidade de Bonito, a 257 quilômetros de Campo Grande e vivia com a esposa e três filhas.

Conforme foi apurado pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa, Ana Paulo estaria interessada no dinheiro do empresário, que construía seis sobrados na zona leste de São Paulo e venderia cada um por R$ 100 mil.

Ficou constatado que ela e o amante já haviam simulado um seqüestro em outubro de 2008 e conseguiram tirar R$ 20 mil de Moacir. Durante cinco dias nos quais ela teoricamente ficou "seqüestrada", na verdade estava com o amante em um motel, na baixada santista.

Com o monitoramento do orkut de Ana Paula, os policiais começaram a desvendar as farsas. Isso porque o amante dela era casado e sua mulher começou a mandar mensagens para Ana Paula. Em uma delas disse que sabia sobre o sequestro forjado e sobre trama do assassinato de Moura. A polícia pediu quebra do sigilo telefônico e do e-mail de Ana Paula e Santos.

No início do mês Santos foi preso por receptação e, quando estava na cadeia chegou a ligar para Ana Paula. Eles falaram sobre o assassinato.

Ana Paula foi presa em Itaquera, zona leste, no último dia 7 e, de acordo com a Polícia, confessou o crime. A esposa de seu amante também foi presa, mas não teria envolvimento com o crime. Santos alegou inocência.

A Polícia apurou que Moura foi espancado e teve o rosto envolvido por fita plástica adesiva na noite de 19 março, na casa dele. Após o crime, Ana Paula alegou à polícia que três encapuzados invadiram a residência e perguntaram onde o marido guardava o dinheiro.

Ela disse que meia hora depois da invasão, o marido chegou em casa com as filhas de 5, 9 e 13 anos. Disse que foi trancada com as meninas num quarto e que ouviu o espancamento e os gemidos do marido. Familiares de Moacir, que moram em Bonito, pretendem pedir a guarda das filhas do casal. (Com informações do jornal A Tarde)

MEC deve homologar Base Comum Curricular na próxima quarta-feira
O Ministério da Educação informou que a Base Nacional Comum Curricular (BNCC), aprovada hoje (15) pelo Conselho Nacional de Educação (CNE), deve ser ...
Presos da penitenciária federal da Capital são julgados por crime em RN
Um preso custodiado no presídio federal de Campo Grande foi julgado, ao lado de outros três homens, na quinta-feira (14) e nessa sexta-feira (15) por...
Governo Federal reduz período do horário de verão para 2018/19
O presidente Michel Temer assinou hoje (15) um decreto reduzindo em duas semanas o horário de verão em 2018. No ano que vem, a medida começará a vale...
Inscrições para o Vestibular 2018 da UFMS seguem abertas
A UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) segue com inscrições abertas para o Vestibular 2018, que selecionará alunos para cursos de gradua...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions