A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

02/01/2014 07:29

Novas regras dos planos de saúde incluem 50 procedimentos novos

Aline dos Santos

Com 50 novos exames, consultas e cirurgias, entra em vigor nesta quinta-feira a nova cobertura obrigatória para usuários de planos de saúde. De acordo com a ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar), o novo Rol de Procedimentos e Eventos em Saúde também oferta 37 medicamentos orais para tratamento domiciliar de câncer, além de coberturas específicas para 29 doenças genéticas.

A principal novidade é a inclusão de tratamento para o câncer em casa, com medicamentos via oral. Passam a ser ofertados medicamentos para o tratamento de tumores de grande prevalência entre a população, como estômago, fígado, intestino, rim, testículo, mama, útero e ovário. A terapia medicamentosa oral contra o câncer promove maior conforto ao paciente e reduz os casos de internação para tratamento em clínicas ou hospitais.

Dentre as principais inclusões do Rol 2014, estão: 28 cirurgias por videolaparoscopia (procedimentos menos invasivos que reduzem os riscos para o paciente e o tempo de internação), além de tratamento de dores crônicas nas costas utilizando radiofrequência e tratamento de tumores neuroendócrinos por medicina nuclear.

Também foi estabelecida a obrigatoriedade do fornecimento de bolsas coletoras intestinais ou urinárias para pacientes ostomizados. No rol odontológico, passam a constar a realização de enxertos periodontais, teste de identificação da acidez da saliva; e tunelização (cirurgia de gengiva destinada a facilitar a higienização dentária).

O novo rol também contempla o cuidado integral à saúde e o tratamento multidisciplinar ao prever na cobertura obrigatória consulta com fisioterapeuta, além de ampliar o número de consultas e sessões de seis para 12 com profissionais de especialidades como fonoaudiologia, nutrição, psicologia e terapia ocupacional.

O Rol de Procedimentos e Eventos em Saúde constitui a cobertura mínima obrigatória para os beneficiários de planos contratados a partir de 2/01/1999 ou adaptados à Lei nº 9.656/98. Confira aqui a lista de novos procedimentos. 



Excelente a inclusão de outros procedimentos no atendimento aos clientes; porém deve valorizar mais a consulta clínica e em particular, dos MÉDICOS comprometidos com os seus pacientes e com o bom senso na utilização dos exames complementares, haja vistas, que muitos além de desnecessários tem contra-indicçãoes comprovadas.
 
Oswaldo Rodrigues em 02/01/2014 13:50:59
O GOVERNO OBRIGA E QUEM PAGA SOMOS NÓS PORQUE AUMENTO VEM AI
 
CLAUDINEI BRAZ DE LIMA em 02/01/2014 09:36:34
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions