A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 11 de Dezembro de 2018

09/02/2008 08:19

Novo diretor da Colônia acusado de facilitar fuga

Redação

O oficial penitenciário que passa a responder por um dos presídios mais problemáticos de Mato Grosso do Sul, a Colônia Penal Agrícola de Campo Grande, responde processo judicial sob acusação de ter facilitado a fuga de cinco detentos, há 10 anos. Livrado da Silva Braga chegou a ficar preso por duas semanas no Instituto Penal de Campo Grande. 

O processo, por corrupção passiva, foi ingressado pelo Ministério Público Estadual. Livrado é funcionário de carreira e, após o início do processo, seria mal visto pelos colegas, segundo fontes extra-oficiais. Sua nomeação também não seria bem vista pelos outros diretores de unidades penais.  Livrado vai assumir a Colônia Penal na próxima semana. Ele foi procurado pela reportagem do Campo Grande News mas não atendeu à ligação.

O diretor que estava há menos de um ano na unidade, Luiz Carlos dos Santos, pediu exoneração ontem, alegando motivos pessoais, entre eles cuidar da saúde. Na noite de terça-feira um novo tumulto ocorreu na unidade, quando policiais do serviço reservado faziam abordagens e acabaram sendo expulsos a tiros e pedradas. A viatura foi queimada. Na seqüência veio a resposta do governador, André Puccinelli: ele determinou que os policiais, à menor reação que os presos esbocem, devem atirar.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions