A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

08/11/2010 10:52

Operação Cadeado mistura tecnologia e estratégia

Redação

Em uma sala na sede da 4ª Brigada de Cavalaria Mecanizada foi montado uma espécie de QG (Quartel General) para coordenar todos os trabalhos que são desenvolvidos desde o dia 05 deste mês, na região Sul de Mato Grosso do Sul durante a operação Cadeado.

Enquanto de um lado slides mostram imagens feitas via satélite, do outro, bandeirinhas em um mapa apontam os locais que serão fiscalizados. Cada barreira corresponde a uma bandeira.

Somente na região Sul, são 120 bases operacionais. Ao todo, 800 militares serão divididos nestes pontos de fiscalização.

Os locais são rotativos e, para garantir o êxito da ação, são mantidos em sigilo para não comprometer os trabalhos.

O chefe da central de operações e coordenador da estratégia, major Leandro Noveli Espíndola, destaca a importância do sigilo. "Os pontos são ocupados por intervalos de tempos variáveis. Cada ponto pode estar ou não ocupado neste momento. Estes pontos não serão divulgados", completa.

O CMO (Comando Militar do Oeste) faz a Operação Cadeado de 05 a 14 de novembro. As ações são para adestrar a tropa no combate aos crimes na fronteira e ambientais nestas regiões em Mato Grosso do Sul e Mato Grosso.

Tropas, veículos, embarcações e aeronaves da 4ª Brigada de Cavalaria Mecanizada, localizada em Dourados/MS, da 13ª Brigada de Infantaria Motorizada, com sede em Cuiabá/MT e da 18ª Brigada de Infantaria de Fronteira, de Corumbá/MS, executam a ação.

Neste tipo de operação, que é uma das missões constitucionais do Exército Brasileiro, os militares realizam atividades como vigilância e patrulhamento de estradas, revista de pessoas e de veículos terrestres, de embarcações e de aeronaves, entre outras.

Cerca de 2 mil militares, 135 viaturas, 8 embarcações e 2 helicópteros serão empregados nessa operação.

Atuam também na operação, os órgãos de segurança pública dos governos estaduais e federais, como Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal, Polícia Civil, Polícia Militar do Mato Grosso e do Mato Grosso dos Sul, Ibama e Receita Federal.

Mega-Sena acumula de novo e prêmio estimado sobe para R$ 43,5 milhões
Mais uma vez a Mega-Sena ficou sem vencedor na faixa principal e, com isso, a premiação acumulou e pode chegar a R$ 43,5 milhões no próximo concurso,...
Mega-Sena pode pagar R$ 39 milhões no sorteio deste sábado
A Mega-Sena deste sábado (16), que está acumulada, pode pagar R$ 39 milhões para quem acertar os seis números. O concurso 1.997 ocorre às 20 horas, h...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions