A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 15 de Setembro de 2019

11/11/2014 15:39

Para evitar câncer, meninas devem tomar segunda dose contra HPV

Lidiane Kober

Para garantir 100% de proteção contra o HPV (Papiloma Vírus Humano), que provoca o câncer do colo do útero, meninas de 11 a 13 anos precisam tomar a segunda dose da vacina contra o vírus. Até agora, apenas 31,8% do público alvo se protegeu em Mato Grosso do Sul. As 20,4 mil adolescentes podem ser a primeira geração livre do risco de morrer por este tipo de câncer.

A proteção total só é possível para quem seguir o cronograma de intervalo entre uma dose e outra da vacina. São necessárias três etapas: a segunda, seis meses depois da primeira, e a terceira, de reforço, cinco anos depois.

No País, mais de 2,2 milhões de meninas já tomaram a segunda dose da vacina contra o HPV desde o início da nova fase da campanha, em 1º de setembro. O número representa 45% do público-alvo, formado por 4,9 milhões de adolescentes de 11 a 13 anos.

Apesar dos avanços na redução das mortes por câncer do colo do útero no Brasil, 14 mulheres morrem todos os dias com esse tipo de câncer no país. Ele é o terceiro tumor mais frequente na população feminina e terceira causa de morte de mulheres pela doença no Brasil.

O SUS oferece a vacina quadrivalente, que confere proteção contra quatro subtipos do vírus (6, 11, 16 e 18), com 98% de eficácia. Os subtipos 16 e 18 são responsáveis por cerca de 70% dos casos de câncer do colo do útero em todo mundo e os subtipos 6 e 11 por 90% das verrugas anogenitais.

A vacina contra HPV está disponível nas mais de 36 mil salas de vacinação espalhadas pelo país. Neste ano, são protegidas as adolescentes do primeiro grupo, de 11 a 13 anos. Em 2015, a vacina passa a ser oferecida para as adolescentes de nove a 11 anos e, em 2016, as meninas de nove anos.

Prevenção - A imunização não substitui a realização do exame preventivo e nem o uso do preservativo nas relações sexuais. O Ministério da Saúde orienta que mulheres na faixa etária dos 25 aos 64 anos façam o exame preventivo, o Papanicolau, a cada três anos, após dois exames anuais consecutivos negativos.

O HPV é um vírus transmitido pelo contato direto com pele ou mucosas infectadas por meio de relação sexual. Também pode ser transmitido da mãe para filho no momento do parto. Estimativas da Organização Mundial da Saúde indicam que 290 milhões de mulheres no mundo são portadoras da doença, sendo 32% infectadas pelos tipos 16 e 18.

Em relação ao câncer do colo do útero, estudos apontam que 270 mil mulheres, no mundo, morrem devido à doença. Neste ano, o Instituto Nacional do Câncer estima o surgimento de 15 mil novos casos.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions