A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

24/06/2010 09:28

PF incinera 18,4 toneladas de drogas em quatro cidades

Redação

Durante quase 3 horas a Polícia Federal vai queimar 18,4 toneladas de droga em todo o Estado. O fim ao entorpecente na manhã de hoje mostra só em partes a dimensão do tráfico que tem Mato Grosso do Sul como corredor. A incineração faz parte do calendário da Semana Mundial de Combate às Drogas e foi autorizada pela Justiça.

Em Campo Grande, a destruição de 6,1 toneladas ocorreu em um frigorífico na saída para Sidrolândia. As drogas foram apreendidas no Estado do final de 2009 até 2010.

Além da ação na Capital, a PF coordena a destruição de drogas em Naviraí (3,3 toneladas), Ponta Porã (3,3 toneladas) e Três Lagoas (4 toneladas), também na manhã de hoje.

De acordo com a PF, em 2009 foram apreendidas 2,5 toneladas de cocaína e também 45,5 t de maconha. De janeiro a maio deste ano, já foram 2 t de cocaína e 15 t de maconha, o que mostra que os números serão maiores que ano passado.

O chefe da delegacia de repressão ao entorpecente, Antonio Knoll, explicou que nos anos anteriores houve redução na apreensão de drogas por conta da lei do abate, que entrou em vigor em 2004. A lei autoriza caças da Força Aérea a interceptarem aeronaves que entram no espaço aéreo brasileiro e não se identificam. Antes da lei, a FAB apenas dava tiros de advertência.

A primeira ação de abate ocorreu em junho do ano passado, contra um monomotor vindo da Bolívia que sobrevoava Rondônia. O avião estava carregado com 176 kg de pasta base.

Contudo, o delegado acredita que os traficantes encontram outras maneiras e que grande parte das drogas que entram no Estado vem do Paraguai. "O Paraguai se apresenta como rota, não é produtor. Elas são produzidas na Colômbia e na Bolívia", ressalta.

Carteiras de Trabalho

Ministério Público faz contrato de R$ 3 milhões com empresa de informática
O MP/MS (Ministério Público de Mato Grosso do Sul) firmou contrato de R$ 3,3 milhões com a empresa Click Ti Tecnologia Ltda. Com validade de seis me...
Novos critérios definem morte encefálica e afetam doação de órgãos
O Conselho Federal de Medicina (CFM) divulgou hoje (12) critérios mais rígidos para definir morte encefálica. A mudança nos procedimentos tem impacto...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions