A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

28/01/2009 15:47

Pistoleiros executam rapazes na fronteira à luz do dia

Redação

A fronteira entre Mato Grosso do Sul e o Paraguai viveu hoje mais um dia de violência. Dois rapazes foram executados em plena luz do dia, na linha internacional. As mortes ocorreram uma semana depois da operação policial realizada em Ponta Porã. A PM (Polícia Militar) chegou a comemorar a redução da criminalidade no local,zerando.

Segundo informações do site Cone Sul News, as vítimas estavam dentro de um veículo Parati placa, KBH-4537, quando foram surpreendidos por dois homens em uma motocicleta. Ricardo Velasques Arce e outro rapaz, que não foi identificado, foram atingidos por vários disparos. Existe a possibilidade da segunda vítima ser um adolescente.

Duas crianças estavam no banco traseiro do carro e não ficaram feridas. Policiais de Pedro Juan Caballero participaram dos levantamentos acerca das circunstâncias da execução, no entanto, não foram apontados suspeitos para o crime. Até o momento, também não existem hipóteses para o duplo assassinato.

Dourados e Ponta Porã passaram por uma operação para diminuir a criminalidade na região, ação especial desencadeada pela Secretaria de Justiça também em Campo Grande.

Estudos feitos pelo setor de segurança pública apontavam a necessidade de reforço policial em algumas cidades do interior e bairros da Capital.

Em Ponta Porã, em uma semana de operação Cidade Tranqüila, foram abordadas 521 pessoas e 417 veículos, 80 bares foram vistoriados, 29 veículos apreendidos e 4 autos de infração de trânsito lavrados. A PM fechou a operação comemorando. No período de ação especial, não houve no município nenhum roubo e também nenhum homicídio, o que é considerado um avanço significativo diante da rotina de violência na região de fronteira.

Em uma semana em Dourados foram abordadas 1.390 pessoas e 725 veículos, 12 pessoas foram presas, 150 bares vistoriados, 6 armas apreendidas. A operação garantiu a redução de aproximadamente 50% dos homicídios, 20% das tentativas de homicídios e 80% dos roubos à pessoa e patrimônio.

Hoje, também na fronteira com o Paraguai, um homem rendido em sequestro relâmpago ficou aproximadamente três horas amarrado com fitas adesivas. O crime ocorreu na madrugada, em Coronel Sapucaia, município distante 396 quilômetros de Campo Grande.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions