ACOMPANHE-NOS    
JUNHO, QUINTA  17    CAMPO GRANDE 16º

Cidades

Suspeitos de matar campo-grandense espancado em Portugal são presos

Por Ana Paula Carvalho | 15/02/2012 10:00
Campo-grandense foi morto na saída de boate em Lisboa. (Foto: Álbum de família)
Campo-grandense foi morto na saída de boate em Lisboa. (Foto: Álbum de família)

A Polícia Judiciária de Portugal prendeu na noite de ontem sete suspeitos de envolvimento na morte do brasileiro Hemerson Pereira FortKamp, de 30 anos. São cinco homens e duas mulheres.

De acordo com a mãe do brasileiro, Antônia Moreira Pereira, de 45 anos, os suspeitos foram identificados através retratato falado e de vídeos feitos pelas câmeras da boate Kapital, no Centro de Lisboa, onde Hemerson foi espancado quando saia de uma festa. Um deles é segurança da boate.

O primo dele, André Fresneda, de 26 anos, que estava com ele no momento da agressão, foi chamado, na manhã desta quarta-feira, para identificar os presos. Além dele, outras testemunhas que presenciaram o crime também devem comparecer a delegacia para fazer o reconhecimento.

O caso - Hemerson foi espancado na manhã do dia 29 de janeiro, quando saia da boate, em Lisboa. De acordo com a mãe dele a discussão começou por causa da música do Michel Teló “Ai se eu te pego”. O Brasileiro cantou para uma mulher que passava. Ela não gostou.

Um dos homens que estavam com ela não gostou e disse que resolveria o problema com ele fora do estabelecimento. Quando Hemerson e o primo saíram, cinco homens e duas mulheres esperavam do lado de fora.

Hemerson foi socorrido, mas morreu no hospital no fim da tarde. O laudo da necropsia apontou que ele morreu em decorrência de um traumatismo craniano.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário