A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

25/06/2012 06:35

Operação busca envolvidos em destruição de sede de pelotão da PM

Francisco Júnior e Luciana Brazil

Policiais durante instrução para início da operação. Foto: Rodrigo Pazinato)Policiais durante instrução para início da operação. Foto: Rodrigo Pazinato)

As Polícias Militar e Civil fazem na manhã de hoje (25) uma operação para prender os envolvidos na destruição do prédio do pelotão da PM, em Anhanduí, distrito distante 50 quilômetros de Campo Grande.

A ação envolve também policiais de Nova Alvorada do Sul. De acordo com o delegado da Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) do bairro Piratininga, Fernando Nogueira, serão cumpridos mandados de prisão e de busca e apreensão. “ Eles acham que vão destruir um pelotão e nada vai acontecer?”, indagou o delegado.

Um grupo de pessoas ateou fogo no pelotão da Polícia Militar (PM) no distrito de Anhanduí, no início da madrugada deste domingo (17). Um dos envolvidos tentou invadir o prédio utilizando um trator.

A confusão que desencadeou a operação aconteceu na madruga do dia 17 deste mês. Durante uma festa religiosa no assentamento Sucesso, 20 ciclistas chegaram fazendo bagunça no local. Apenas quatro deles foram detidos,

Como os três policias que estavam de plantão deixaram a base para atender a ocorrência e levar os apreendidos e detidos para a Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) do bairro Piratininga, em Campo Grande, revoltados, amigos dos jovens aproveitaram para atear fogo no prédio.

Assim, que perceberam o que havia acontecido na sede do pelotão, os policiais acionaram a Cigcoe (Companhia Independente de Gerenciamento de Crises e Operações Especiais), Corpo de Bombeiros e reforço do 10º Batalhão.

Em diligências pelo distrito, mais pessoas foram presas por envolvimento com o crime, entre eles um adolescente de 14 anos e uma menina de 13 anos.

Após a confusão, um homem tentou invadir o prédio utilizando um dos tratores do assentamento. Ele chegou a bater na parede do pelotão e fugiu correndo em seguida.

O pelotão ficou destruído, e vários móveis entre beliche, sofá, TV, e outros, foram queimados no incêndio, controlado pelo Corpo de Bombeiros.



A policia realmente não pode permitir atitudes de vandalos e desocupados contra a coorporação,. As autoridades tem que ser respeitadas pelos cidadãos senão onde vamos parar?? Parabens as as autoridades..
 
oldemar rodrigues em 25/06/2012 09:28:02
Parabéns aos Órgãos de segurança e a impressa que etão repudiando esta atitude vandalismo.Hoje fazem isto com um pelotão da policia que foi construído com dinheiro publico uma luta de décadas das pessoas de bem do nosso distrito,amanhã irão fazer nas escolas,postos de saúde órgão de impressa, justiça que falar mal ou agir contra ees etc,etc
 
ANA BERGAMO em 25/06/2012 07:52:03
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions