ACOMPANHE-NOS    
OUTUBRO, TERÇA  26    CAMPO GRANDE 28º

Cidades

Polícia já prendeu 9 pessoas e recolheu 4 armas durante operação em Douradina

Por Graziela Rezende | 20/11/2013 11:43

A Polícia já cumpriu os nove mandados de prisão preventiva e temporária, na manhã desta quarta-feira (20), durante operação policial em Douradina, Dourados e Ponta Porã, a 323 quilômetros da Capital. Ainda foram apreendidas munições e quatro armas, incluindo uma espingarda. Todos os suspeitos, entre eles o ex-cunhado do prefeito de Douradina e o secretário de saúde do município, estão sendo levados para a delegacia de Dourados.

Segundo a assessoria de imprensa do Ministério Público, no início da manhã os policiais prenderam Evandro Nunes dos Reis. Ele é ex-cunhado do prefeito de Douradina e foi preso na casa dele. Já o chefe do executivo, Darcy Freire (PDT), estaria na Capital. O secretário de saúde do município, Francisco Honorato Rodrigues também estaria entre os suspeitos.

A operação do Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado) é resultado de quatro meses de investigação e resulta na improbidade administrativa por parte de alguns servidores. Os presos responderão por oito crimes: peculato, corrupção ativa, corrupção passiva, formação de quadrilha, concussão, prevaricação, ameaça e fraude à licitação.

Participam da ação quatro promotores de Justiça, 21 policiais militares do Gaeco, 42 Policiais Militares do 3ºBPM de Dourados e do 4ºBPM de Ponta Porã, havendo ainda o apoio da Polícia Civil do Estado, que esta recebendo os presos e lavrando os flagrantes.

Pactum Sceleris, nome dado à operação policial, é termo em latim que significa “pacto do crime".

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário