A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

05/03/2008 09:37

Policial nega ao MP paraguaio suspeitas sobre DOF

Redação

O policial paraguaio Genaro Torres Alverenga negou em depoimento ontem ao Ministério Público do Paraguai que tenha declarado à imprensa daquele país que policiais do DOF (Departamento de Operações da Fronteira) seriam suspeitos da chacina ocorrida domingo (2) em Capitán Bado, cidade vizinha a Coronel Sapucaia, localizada a 396 quilômetros de Campo Grande.

Ele disse ainda ao Ministério Público que em casos como este existem muitas suspeitas e por ser um oficial, não pode fazer declarações como esta.

As suspeitas sobre participação do DOF na morte de sete pessoas foram divulgadas nesta terça-feira. Para o DOF as denúncias são infundadas. Os policiais estariam em um flagrante na Polícia Federal quando a chacina ocorreu.

As primeiras suspeitas divulgadas pela Polícia Nacional do Paraguai apontavam que o crime seria motivado por um

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions