A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

07/10/2008 16:46

População diz viver filme de terror em Rio Brilhante

Redação

Três mortes, nenhum suspeito e muitos boatos. Este é cenário no município de Rio Brilhante, onde assassinatos em série intrigam e apavoram os moradores desde 24 de julho, data do primeiro crime.

Rio Brilhante é uma cidade com menos de 30 mil habitantes e distante 161 quilômetros de Campo Grande.

O município era considerado tranqüilo até que aconteceram as mortes de Catalino Gardena, 30 anos, em 24 de julho, Letícia Neves de Oliveira, 22 anos, em 24 de agosto, e, por último, de Gleice Kelly da Silva, 13 anos, cujo corpo foi encontrado esta manhã.

O terror é agravado pela maneira como os corpos são deixados: todos foram colocados em posição de crucificação, com os braços abertos e as pernas sobrepostas.

As mortes mudaram a rotina dos moradores da cidade desde o assassinato de Letícia Neves de Oliveira, 22 anos, em 24 de agosto. Como ela foi morta da mesma maneira e exatamente um mês após a morte de Catalino Gardena, 30 anos, as pessoas começaram a temer que o próximo crime seria praticado em 24 de setembro.

O medo fez com que muitos estudantes faltassem às aulas. O comerciante Ricardo Alves Serafim, 35 anos, relata que devido aos boatos não foi ao curso técnico que faz em Dourados no dia em que supostamente a terceira vítima seria assassinada.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions