A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

10/06/2010 10:10

Portaria declara indígena terra onde morreu Veron

Redação

Portaria do Ministério da Justiça publicada no Diário Oficial da União na última segunda-feira reconhece como indígena a área Taquara, em Juti, onde no ano de 2003 o cacique guarani kaiowá Marco Veron, à época com 72 anos, foi morto durante ataque motivado pela disputa de terra com fazendeiros. O caso ganhou repercussão internacional.

A área tem 9.700 hectares. Hoje os indígenas ocupam apenas 100 hectares. As contestações à identificação da área indígena foram consideradas improcedentes. Os estudos de identificação e delimitação começaram em 1999.

De acordo com levantamento da Funasa (Fundação Nacional da Saúde), em 2009 viviam 271 indígenas na aldeia Taquara. Grande parte da população indígena que habitava originalmente a região foi removida pelo Serviço de Proteção ao Índio na década de 1950 e dispersa por várias localidades.

A partir da portaria serão colocados os marcos para delimitar a área para demarcação e posterior homologação pelo presidente da República.

Caso Veron

Câmara de Vereadores entrega meio milhão de reais em emendas parlamentares
A Câmara Municipal de Costa Rica, a 305 quilômetros de Campo Grande, realiza nesta segunda-feira (dia 11) três sessões, duas delas especiais. Às 14h ...
Município de Itaporã comemora 64 anos de emancipação neste domingo
Conhecido como Cidade do Peixe, Itaporã, distante 227 km de Campo Grande, comemora 64 anos de emancipação neste domingo (10). A prefeitura municipal ...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions