ACOMPANHE-NOS    
SETEMBRO, SÁBADO  26    CAMPO GRANDE 36º

Cidades

Prazo para contribuinte atualizar versão da NF-e é prorrogado por 30 dias

A não adequação pode fazer com que as emissões de notas fiscais sejam automaticamente rejeitadas.

Por Anahi Gurgel | 01/07/2018 08:41
Fachada da Agência Fazendária em Campo Grande, onde contribuintes podem tirar dúvidas sobre novas versão da NF-e. (Foto: Divulgação/Sefaz)
Fachada da Agência Fazendária em Campo Grande, onde contribuintes podem tirar dúvidas sobre novas versão da NF-e. (Foto: Divulgação/Sefaz)

O prazo para que os contribuintes de Mato Grosso do Sul atualizem a versão da NF-e (Nota Fiscal Eletrônica) foi estendido até o dia 2 de agosto. Dos 25 mil empresários emissores de NF-e no estado, 15 mil ainda não atualizaram a versão 3.10 para a 4.00.

A migração da versão do arquivo XML deve ser feita o quanto antes para não impossibilitar as operações de vendas.

“É uma quantidade expressiva de empresas que podem ter suas NF-e rejeitadas. Houve a prorrogação por mais 30 dias, mas o contribuinte precisa ser ágil para realizar os testes da nova versão”, alerta o gestor da NF-e, Eduardo Higa.

“Esse é um projeto nacional. Os empresários precisam se adequar uma vez que as notas enviadas na versão antiga serão automaticamente rejeitadas, impossibilitando a impressão do Danfe (Documento Auxiliar da Nota Fiscal Eletrônica) e, consequentemente, as vendas”, disse Guaraci Fontana, à frente da Sefaz (Secretaria Estadual de Fazenda).

No mercado estão disponíveis vários softwares emissores de NF-e, em versões pagas e gratuitas. Uma dessas gratuitas, que pode ser baixada na internet, foi desenvolvida pela Secretaria de Fazenda de São Paulo, sendo administrada pelo Sebrae desde agosto de 2017.

Caso a versão gratuita não atenda às necessidades da empresa, recomenda-se que os usuários busquem outras soluções, até mesmo criar uma própria. No Mato Grosso do Sul, cerca de 80% das empresas emissoras de NF-e utilizam software próprio.

“O funcionário do setor de tecnologia da informação da empresa ou a empresa que comercializar um software emissor de NF-e tem que obedecer aos requisitos e especificações que constam nas notas técnicas. A Nota Técnica 2016.002, versão 1.42, especifica os ajustes necessários relacionados à versão 4.00”, destaca Higa.

Todas as notas técnicas relacionadas à NF-e estão disponíveis no ambiente nacional da NF-e.

Regras de comentário