A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

05/03/2009 09:32

Prazo para despejo no São Francisco é prorrogado até 2ª

Redação

A pedido do MPE (Ministério Público Estadual), o cumprimento da ação de reintegração de posse nos altos do São Francisco, próximo à avenida Mascarenhas de Moraes, foi suspenso até segunda-feira.

A desocupação estava marcada para 8h desta quinta-feira. De acordo com Delcindo Afonso Vilela, advogado do autor do pedido da reintegração, a promotora da Cidadania, Cristiane Rizkallah, argumentou que as famílias não têm para onde ir, desta forma, o prazo foi ampliado até dia 9.

A ordem de despejo, que seria cumprida ontem, inclui 15 famílias. Os moradores fecharam as casas e ficaram de prontidão na rua, à espera que a decisão fosse suspensa na justiça. A desocupação não foi efetivada ontem devido à falta de um local para armazenar os móveis que serão retirados das casas.

A briga pela posse do terreno arrasta-se desde 2003. O pedido de reintegração foi feito por Nestor Lemos Barbosa, que conseguiu no TJ/MS (Tribunal de Justiça) a reforma da decisão, em primeiro grau, que definiu a área como pertencente a Adão Sabino da Silva.

Adão da Silva obteve posse da área por meio do usucapião e, após conseguir a primeira vitória na justiça, passou a lotear e vender terrenos. Nestor Barbosa recebeu o terreno como pagamento de uma dívida.

O morador Carlos Antônio Alves, de 44 anos, relata que já começou a desmontar os móveis, diante da obrigação de ter de deixar sua casa. "Já desmontei tudo. A ordem vai ser cumprida, ao menos que haja um milagre", afirma.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions