A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 22 de Agosto de 2018

29/12/2010 15:38

Prefeituras assinam contratos habitacionais de quase R$ 60 milhões

Fernanda França
Prefeito Ruiter Cunha, de Corumbá, assina os contratos. (Foto: João Garrigó).Prefeito Ruiter Cunha, de Corumbá, assina os contratos. (Foto: João Garrigó).

Prefeituras assinam contratos habitacionais de quase R$ 60 milhões

As prefeituras de Campo Grande, Dourados e Corumbá assinaram hoje com a Caixa Econômica contratos habitacionais de R$ 59.650.477,04 para construção de casas populares em 2011.

A assinatura contou com a presença dos prefeitos de Ruiter Cunha de Oliveira (PT), Délia Razuk (PMDB) e do secretário de Governo da Capital, Rodrigo de Paula Aquino.

As casas fazem parte do programa “Minha Casa, Minha Vida”, do governo federal. Campo Grande receberá 430 novas unidades no próximo ano, edificadas no residencial Village Parati IV. A obra custará R$ 34,5 milhões.

Dourados será contemplado com dois novos conjuntos habitacionais dentro do mesmo programa. O residencial Arezzo terá 48 unidades, que custarão R$ 3,8 milhões.

O segundo residencial, Dioclécio Artuzi II, contará com 227 unidades, e a obra está orçada em R$ 9,3 milhões.

Corumbá receberá o residencial Corumbella II, com 260 casas, ao custo de R$ 11,8 milhões.

De acordo com o superintendente regional da Caixa, Paulo Antunes de Siqueira, foram liberados somente este ano R$ 827.449.590,50 do programa “Minha Casa, Minha Vida”, totalizando 13.097 unidades habitacionais.

Somente em contratos individuais, foram 4.539 casas, na qual foram investidos R$ 256.640.972,10 este ano.

Em todo o ano de 2010, a Caixa Econômica liberou mais de R$ 1 milhão em financiamentos.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions