A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

20/03/2008 22:40

Presença do mexilhão dourado põe Imasul em alerta

Redação

Os prejuízos causados pelo mexilhão dourado preocupam os técnicos do Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul, que identificou a presença da espécie nas bacias dos rios Paraná e Paraguai, interferindo no ecossistema e causando perdas financeiras. O mexilhão é originário da Ásia, e teria chegado à região através de embarcações, espalhando-se rapidamente. Já há registros da presença da espécia no Passo do Lontra, no interior do Pantanal.

A preocupação é que a praga destrua ecossistemas, uma vez que competem com espécies nativas e podem acabar com a fauna local.

Indenizações por morte no trânsito crescem 24% em relação a 2016
O número de indenizações pagas pelo Seguro de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Via Terrestre (Seguro Dpvat) entre janeiro e novemb...
ANS regulamenta novas regras de compartilhamento para planos de saúde
A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) publicou duas resoluções normativas na tentativa de dar mais segurança e estabilidade ao mercado de pla...
UFMS recebe inscrições para vários cursos no Vestibular 2018
A UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) segue com inscrições abertas para o Vestibular 2018, que selecionará alunos para cursos de gradua...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions