ACOMPANHE-NOS    
SETEMBRO, DOMINGO  20    CAMPO GRANDE 29º

Cidades

Preso desde 2002, homem morre na Máxima da Capital

Por Redação | 15/09/2009 09:19

Preso desde 2002, Sidvoney Cabral da Silva, 30 anos, morreu na madrugada desta terça-feira no Estabelecimento Penal de Segurança Máxima de Campo Grande.

De acordo com o boletim de ocorrência registrado como Morte a Esclarecer, Sidvoney teve um AVC (Acidente Vascular Cerebral) e morreu.

Sidvoney estava preso desde fevereiro de 2002. Ele conseguiu progressão de pena e foi para a Colônia Penal Agrícola, em abril de 2008.

Poucos dias depois de ter ido para a unidade penal de regime semi-aberto, fugiu e foi preso novamente após ter sido resgatado pelo Corpo de Bombeiros em um córrego.

Sidvoney fugiu novamente e ainda no mesmo mês voltou à prisão, após ter assaltado uma conveniência no bairro Santo Antônio. As vítimas reagiram ao roubo e conseguiram dete-lo. No entanto, uma delas foi atingida por um tiro de raspão.Sidvoney também se apresentava com nome falso.