A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 25 de Abril de 2018

12/11/2017 11:42

Prevenidos, candidatos chegam cedo a escola distante para garantir o Enem

Os portões dos locais de provas fecham às 12h no horário local; caneta preta e documento com foto são obrigatórios

Anahi Zurutuza e Kleber Clajus
Eliana e Kamilla, da esquerda para a direita, esperando a abertura dos portões (Foto: Paulo Francis)Eliana e Kamilla, da esquerda para a direita, esperando a abertura dos portões (Foto: Paulo Francis)

Para não correr o risco de chegarem em cima da hora ou perder a prova, candidatos escalados para prestar o Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) na Escola Municipal Professor Antônio Lopes Lins, no Portal Caiobá – bairro da saída para Sidrolândia – chegaram bem cedo ao local de provas. Antes da abertura dos portões, às 11h, havia quem esperava há duas horas para se acomodar em uma das salas de aula da unidade.

Foi o caso do estudante Maurício de Mello, de 21 anos, que pretende usar a nota do Enem 2017 para se candidatar a uma das vagas dos cursos de ciências da computação em universidades públicas. Ele mora na Vila Planalto – região central da Capital – e saiu bem cedo de casa para chegar às 9h40 na escola.

“Na semana passada eu vim de Uber para não correr o risco. Hoje, arrisquei o ônibus, mas saí bem cedo”.

Técnica de enfermagem que quer se tornar veterinária, Eliana Alves, 21, enfrenta pela terceira vez a maratona de provas do Enem. Ela mora no Nova Campo Grande – bairro localizado na saída para Aquidauana, no oeste da cidade – mas mesmo assim, conseguiu chegar ao local de provas bem antes.

“Eu vim de Uber. Na semana passada, cheguei às 9h30, porque confundi com o horário de Brasília. Desta vez consegui me organizar melhor”, afirmou sobre o fato de morar a uma distância de aproximadamente 16 km do local de prova.

Kamilla Gutemberg, 18, estreante no Enem também quer cursar medicina veterinária e está na turma dos prevenidos. “Quem chega cedo fica conversando, trocando ideia, batendo papo”.

Prevenidos, candidatos esperam abertura dos portões na sombra (Foto: Paulo Francis)Prevenidos, candidatos esperam abertura dos portões na sombra (Foto: Paulo Francis)

A distância dos locais de prova gerou reclamação até dos pais que foram levar os filhos, como Linkon Siqueira, de 49 anos, e trabalha pela Uber, mas preferiu não faturar para garantir que o filho de 18 anos chegassem à escola do Caiobá sem atraso.

A família mora no bairro Manoel Taveira, próximo à sede do Detran-MS (Departamento Nacional de Trânsito de Mato Grosso do Sul), na saída para Rochedo. “Conheço o caminho, então viemos rápido, mas é totalmente sem noção quem administra isso, melhor se fosse igual nas eleições”.

Regras - Os portões dos locais de provas fecham às 12h no horário local.

Caneta esferográfica de tinta preta e documento oficial com foto são os dois itens que não podem ser esquecidos pelos candidatos que vão fazer o segundo dia do Enem. Em Mato Grosso do Sul, o exame teve 92 mil inscritos, mas mais de 32 mil faltaram a primeira prova, no domingo passado.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions