A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 10 de Dezembro de 2017

10/04/2015 14:30

Primas desaparecidas são encontradas na casa de avô de ex-namorado

Michel Faustino
Família estava apreensiva com o sumiço das adolescentes. (Foto: Marcelo Calazans/Arquivo)Família estava apreensiva com o sumiço das adolescentes. (Foto: Marcelo Calazans/Arquivo)

As primas Luana Souza Mesquita, 14 anos, e Thacilla Jesus de Castro, 16 anos, desaparecidas desde domingo (05), foram encontradas na manhã de hoje (10) em um assentamento situado no município de Terenos, a 25 quilômetros da Capital. As duas estavam na casa do avô de um ex-namorado de Thacilla.

Segundo a investigadora Maria Campos as meninas passaram a noite de domingo na casa do ex-namorado de Thacilla, no bairro Piratininga, em Campo Grande e na manhã de segunda-feira (06) foram levadas para o assentamento Patagônia, em Terenos, pelo avô do rapaz.

Conforme a investigadora, as mães das adolescentes chegaram a procurar o rapaz na quarta-feira, no entanto, ele desconversou e disse que não sabia do paradeiro das meninas. Ontem, o avô, preocupado com a repercussão do sumiço das meninas, pediu para que o neto contasse para a família que as adolescentes estariam “escondidas” em sua chácara.

Após serem comunicadas, a polícia foi acionada e na manhã de hoje foi até o local encontrou as adolescentes. Questionadas sobre às razões que elas teriam saído de casa, Thacilla disse que foi para o local a convite do ex-namorado para andar a cavalo, já Luana afirmou que não queria mais fazer os serviços domésticos em casa.

De acordo com a investigadora, o rapaz e avô irão responder por corrupção de menores por terem dado suporte para que às adolescente fugissem de casa. Ambos devem ser apresentados à policia na terça-feira.

Câmara de Vereadores entrega meio milhão de reais em emendas parlamentares
A Câmara Municipal de Costa Rica, a 305 quilômetros de Campo Grande, realiza nesta segunda-feira (dia 11) três sessões, duas delas especiais. Às 14h ...
Município de Itaporã comemora 64 anos de emancipação neste domingo
Conhecido como Cidade do Peixe, Itaporã, distante 227 km de Campo Grande, comemora 64 anos de emancipação neste domingo (10). A prefeitura municipal ...


tem que prender esse ex namorado, dar uma bela surra nestas gurias e por pra trabalhar, no Mirim, estudar e ocupar essas cabeças vazias pra nao piorar mais ainda ao longo da vida. E cortar tudo.. roupas, joias, baton esmalte tudo.. ate darem valor nos pais e no mal que elas causaram a quem tanto dedicou carinho e amor a elas.
 
LUCIANO MARQUES em 10/04/2015 22:50:44
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions