A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

28/11/2012 20:02

Procuradores vão relatar a Dilma que índios de MS vivem em isolamento

Gabriel Neris e Helton Verão
Comissão durante entrevista coletiva na sede da Procuradoria da República em MS (Foto: Helton Verão)Comissão durante entrevista coletiva na sede da Procuradoria da República em MS (Foto: Helton Verão)

Os representantes da 6ª CCR (Câmara de Coordenação e Revisão) do MPF (Ministério Público Federal) comentaram a situação, considerada precária, de uma das aldeias indígenas visitadas em Mato Grosso do Sul. Conforme o relatório, que será apresentado a presidenta Dilma Rousseff, os índios Guarani-Kaiowá da aldeia Arroyo Corá, localizada na região de Paranhos, vivem em situação de isolamento.

“Eles não têm o direito de ir e vir, que é de todo cidadão, porque estão todos isolados. Estão em reservas legais e sem a possibilidade física de sair dali”, argumenta Emerson Siqueira, procurador da República de Mato Grosso do Sul.

De acordo com Siqueira, os indígenas estão utilizando pouco mais de dois hectares, área considerada apertada, e pedem saúde, educação e comunicação. “Eles estão apertados, vivendo em área indígena semelhante do Rio Grande do Sul com população indígena do Norte do país”, compara.

“Não é normal a situação de viver tomando tiro e recebendo ameaça, sem poder dormir”, complementa.

Esta foi a primeira vez que um subprocurador da república visitou as aldeias, a pedido dos próprios indígenas. Durante a visita foi analisado como vivem e qual é a rotina dos índios na região.

Durante entrevista coletiva, na sede da Procuradoria da República em Mato Grosso do Sul, estiveram presentes representantes da 6ª CCR, da Subprocuradoria Regional da República, da Polícia Federal, da Funai (Fundação Nacional do Índio), da comissão dos direitos humanos de Minas Gerais, e do MPF. Os subprocuradores comentaram em políticas públicas para resolver a questão. Medidas práticas serão estudadas pela comissão para fazer exercer os direitos dos indígenas.

Gilda Pereira Carvalho, integrante da 6ª CCR do MPF, afirmou que os relatórios devem chegar nas mãos da presidente Dilma, da presidente nacional da Funai, Marta Maria do Amaral Azevedo, e retornarão para as prefeituras. Ela comentou que esperava encontrar uma situação precária, mas se diz impressionada com a força da vontade dos índios. “Falavam muito em dignidade, e diziam que querem fazer o direito deles”, comentou.

A comissão visitou ainda as aldeias Ypo’í, também na região de Paranhos, e Pyelito Kue, em Amambai. Gilda contou que os indígenas estão animados, falavam em educação e que pretendem fazer cursos técnicos para aprimorar os conhecimentos.

Emerson Siqueira explicou ainda que as tribos dos Arroyo Corá estão com processo judicial adiantado no STJ (Supremo Tribunal de Justiça).

Temer veta projeto sobre negociação coletiva no serviço público
O presidente Michel Temer vetou integralmente o Projeto de Lei nº 3.831/15, aprovado pelo Congresso Nacional, que estabelecia normas para a negociaçã...
UFMS divulga edital do vestibular para ingresso em cursos de graduação
A UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) divulgou, nesta segunda-feira (18), edital do processo seletivo do vestibular para ingresso em cu...
Aplicativo enviará à CGU denúncias de agressão e discriminação a pessoas LGBTI+
O Ministério da Transparência e Controladoria-Geral da União recebe, a partir de hoje (18), denúncias feitas pelo aplicativo TODXS, relativas à discr...


Se a cada grupo de 20 a 30 Índios resolverem sair de suas aldeias e começar a invadir terra particular dizendo que ali morou seu bisavô e vir procuradores com essa visão estamos perdidos, eles estão em acampamento precário por livre escolha pelo fato de sair de suas aldeias dizendo que aqui,ali e acolá era terra indígena, se for seguir este raciocínio até onde vocês moram era terra indígena, ou não é verdade??!!! vocês que são conhecedores da história na data de 22 de abril de 1500, Pedro Alvares Cabral chegava por estas terras e conta a história que aqui só havia Índios, logo tudo isto "Brasil" era terra de índios, será que bem onde vocês moram não seria uma aldeia neste tempo, façam um estudo antropológico e talvez também terão que desocupar suas casas por ser terra Indígena??? Pensem..
 
Leandro Gonçalves em 28/11/2012 20:51:39
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions