A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 21 de Junho de 2018

25/04/2008 15:28

Professora gay diz que decisão judicial teve preconceito

Redação

A professora de educação infantil Noyr Roudoura Marques classificou como preconceituosa a decisão da Justiça do Trabalho em ação movida por ela contra a Prefeitura de Campo Grande. O objetivo da ação era o pagamento de indenização a Noyr que foi demitida no após a descoberta de que ela tinha um caso amoroso com Carmem Silvia Geraldo, 52 anos, também professora.

Na opinião de Noyr, a decisão do dia 22, além de preconceituosa é cheia de injustiça. Ela explicou que foi demonstrado no processo que houve preconceito contra ela por parte da prefeitura na demissão.

As professoras estão na tarde desta sexta-feira no (Centro de Defesa dos Direitos Humanos) Marçal de Souza

Estados e municípios são os que mais contribuem para sustentar SUS
Entre 2002 e 2015, o governo federal foi a esfera de gestão que mais utilizou recursos do Sistema Único de Saúde (SUS), seguido pela esfera municipal...
Mega-Sena acumula de novo e pode pagar até R$ 38 milhões no sábado
O prêmio da Mega-Sena acumulou mais uma vez, depois do sorteio desta noite (20) e pode pagar até R$ 38 milhões, na próxima rodada. As sequências sort...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions