A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

29/01/2013 15:45

Professores da rede pública poderão ter direito a merenda escolar

Yara Aquino, da Agência Brasil

O ministro da Educação, Aloizio Mercadante, disse hoje (29) que recebeu pedido de prefeitos para que os professores de educação básica da rede pública também tenham direto à merenda escolar, a exemplo do que ocorre com os alunos. Ele manifestou apoio ao pedido, que dependeria de aprovação de projeto de lei específico.

“Os prefeitos solicitaram que os professores também fizessem a alimentação com os alunos na merenda escolar. Hoje a lei proíbe. Só é possível se houver uma alteração em lei.

O impacto é muito pequeno dado o número de professores da rede pública. Acho razoável que eles estejam trabalhando e possam comer a mesma merenda que os estudantes, disse a jornalistas após participar do Encontro Nacional de Novos Prefeitos e Prefeitas.

No encontro com prefeitos, o ministro apresentou as ações e programas que o Ministério da Educação desenvolve em parceria com as prefeituras e disse que uma das prioridades do governo é a construção de creches. A meta do governo é chegar a 2016 com seis mil novas unidades.

Segundo Aloizio Mercadante, 742 creches foram entregues nos dois primeiros anos do governo de presidenta Dilma Rousseff e há 5.678 em construção.

Carro roubado no RJ é recuperado em estrada rumo ao Paraguai
Um automóvel recentemente roubado no Rio de Janeiro foi recuperado por policiais militares em uma estrada vicinal de Japorã –a 487 km de Campo Grande...
Recesso de fim de ano começa nesta semana no Judiciário e Legislativo
Na reta final de 2017, para alguns servidores a "folguinha" das festas começa mais cedo. Em orgãos Estaduais e Federais de Mato Grosso do Sul, tem re...


Srs. Prefeitos e Senhor Ministro Aloizio Mercadante com licença: Porque citam somente os professores para participarem da merenda escolar junto com os alunos? Hoje, com novos conceitos sobre " O Educador " (a), somente os professores tomam parte no chamado processo de Educação Escolar? E o pessoal Administrativos desde a Secretaria da Escola e demais servidores da mesma Unidade Escolar? Será que os Srs. são cegos para perceberem tamanha injustiça?
 
João Alves de Souza em 29/01/2013 22:30:00
Acho justo,justissimo, tem professor que tem uma jornada de trabalho extensa, vara a noite trabalhando se alimenta mal,então se o aluno pode o professor tambem pode, o governo que pague por mais merenda escolar.
 
beth coutinho em 29/01/2013 21:04:18
Mais que merecido, também os professores pagam impostos.
 
luizio espinoza em 29/01/2013 19:24:24
Desde que eles não exijam, um MENU diferenciado. Pois, teram que comer macarrão com salsinha ou macarrão com carne moida de 2ª afogada em oleo de soja.
 
nilo papito em 29/01/2013 19:12:13
Todos os trabalhadores tem direito a alimentação e intervalo para o mesmo, porquê os professores não podem ter?
 
Alexandre de Souza em 29/01/2013 16:52:43
Chega até a ser absurdo o fato de ter que alterar a legislação. Nada mais justo e natural que o educador tenha acesso a mesma alimentação fornecida aos alunos. Com certeza ajuda até mesmo na interação entre educados e educadores. E governo algum ficará mais pobre ou sofrerá quebra orçamentária por conta de tão insignificante despesa. Por outro lado, na prática isto já funciona a muiiiiiiiiiiiiiitos anos.
 
Fernando Silva em 29/01/2013 16:44:58
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions