A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

06/06/2016 13:16

Professores de MS param na sexta em protesto contra medidas de Temer

Amanda Bogo

As escolas da rede de ensino municipal e estadual vão paralisar as aulas na próxima sexta-feira (10) em protesto organizado pela Fetems (Federação dos Trabalhadores em Educação), contra as medidas propostas pelo governo provisório do presidente interino Michel Temer (PMDB).

O presidente da Fetems, Roberto Botarelli, destacou que as propostas do governo provisório serão prejudiciais aos profissionais da educação. “Entre as nossas reivindicações está a luta contra a alteração do reajuste do piso salarial nacional, contra a medida que prevê o fim do concurso público, os royalties do petróleo e do pré-sal”, citou.

Roberto acredita que todas as escolas da rede pública do Estado irão aderir a manifestação. Um ato será realizado na Capital na sexta-feira a partir das 08 horas. Segundo o presidente, caravanas de diversas cidades devem vir a Campo Grande para participar, e Três Lagoas já confirmou que enviará três ônibus com profissionais da área para o protesto.

A manifestação faz parte do chamado nacional da CUT (Central Única dos Trabalhadores) para que as categorias lutem contra as medidas que estão sendo propostas pelo governo provisório.

Roberto explicou que a Fetems autorizou que os profissionais entrassem nas reivindicações das pautas que envolvem a educação. “A CUT chamou para o ato no dia 10 e nós vamos para defender a educação. É um recado para o governo federal de que não vamos aceitar essas propostas calados. São conquistas que conseguimos ao longo da história do país, e não vamos aceitar que um governo ilegítimo, porque nós não reconhecemos como legítimo, altere o plano nacional de educação. Os trabalhadores que vão pagar o pato por isso, e vamos lutar para que isso não ocorra”, finalizou.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions