A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

18/04/2008 09:13

Programas destinam R$ 83 milhões a comunidades indígenas

Redação

Programas dos governos federal e estadual vão aplicar R$ 84 milhões em 73 comunidades indígenas de Mato Grosso do Sul, atacando problemas como falta de saneamento e de assistência técnica para produção. Na manhã desta sexta-feira está sendo lançado no Centro de Convenções Rubens Gil de Camillo o programa Aldeia Produtiva.

O governo estadual aplicará R$ 13 milhões com doação de sementes de arroz, milho e feijão. Também serão promovidos cursos de qualificação para lideranças indígenas. Os maquinários serão doados pelas prefeituras e estas assinarão um termo comprometendo-se a usá-los somente na plantação das aldeias, segundo explicou o diretor presidente da Agraer, José Antônio Roldão.

O presidente da Associação da Aldeia Urbana Santa Luzia, Osvaldo Reginaldo, disse que em Mato Grosso do Sul vivem hoje 64 mil índios, sendo 6 mil em Campo Grande. A etnia terena é predominante Hoje o principal desafio das comunidades, diz, é resolver questão fundiária, avançando na demarcação de terras. Porém, a falta de saneamento é apontada também como outro gargalo a ser superado.
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions