A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

09/09/2016 08:45

Quadrilha de MS transportava drogas para Goiás e Distrito Federal

Viviane Oliveira
Hoje de manhã, os policiais amanheceram em uma casa na Rua Santana, em Campo Grande. (Foto: Marcos Ermínio) Hoje de manhã, os policiais amanheceram em uma casa na Rua Santana, em Campo Grande. (Foto: Marcos Ermínio)

A Operação Caldeirão foi deflagrada na manhã desta sexta-feira (9) para combater a ação de traficantes que transportavam drogas de Mato Grosso do Sul para serem distribuídas em Goiás e no Distrito Federal. São 15 mandados de prisão no Estado, sendo doze em Campo Grande e três em Ponta Porã.

Na Capital, policiais com viaturas descaracterizadas amanheceram em uma residência, na Rua Santana, no Bairro Portinho Pache.

No total, são cerca de 150 policiais federais cumprindo 57 mandados, sendo 26 de prisão preventiva, 26 de busca e apreensões e 5 de notificação de bloqueio de imóveis, todos expedidos pela 8ª Vara Criminal (GO). Também serão apreendidos 23 veículos e bloqueadas contas bancarias de 26 pessoas investigadas.

No curso da investigação, foram realizados oito flagrantes, que resultaram na prisão de 17 suspeitos e na apreensão de 570 quilos de maconha e 10 quilos de cocaína. Um dos investigados morreu baleado após trocar tiros com policiais.

Os presos vão responder por tráfico interestadual de drogas, por associação e por financiamento ao tráfico. Além de Mato Grosso do Sul, os mandados são cumpridos em Goiase no DF. O nome da operação se refere ao termo utilizado pelos investigados.

A palavra caldeirão era usada para indicar os veículos que iriam transportar as cargas de entorpecentes. Os bandidos de MS transportavam a droga em carros e caminhonetes. 



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions