A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 14 de Agosto de 2018

24/06/2010 14:10

Receita apreende produtos do Paraguai em salões nobres

Redação

Operação deflagrada pela Receita Federal nesta manhã resultou na apreensão de xampus, tinturas de cabelo e até ar-condicionado em salões da Capital. Os produtos eram oriundos do Paraguai e não tinham nota fiscal que comprovasse a tributação de impostos. A Polícia Federal deu apoio aos trabalhos.

No Jardim dos Estados, vários salões tradicionais foram fiscalizados e tiveram mercadorias apreendidas. Os proprietários ainda não conseguiram contabilizar os prejuízos.

Dono de um salão na esquina da rua Antônio Maria Coelho com a Rio Grande do Sul, o cabeleireiro Ronaldo César Pinheiro Martins, de 45 anos, conta que ao ver os policiais e fiscais da Receita, ele pensou que alguém tivesse denunciado seu estabelecimento, mas depois soube que se tratava de uma operação.

O cabeleireiro avalia que a ação foi discriminatória, e justifica que adquire produtos sem pagar impostos para cobrar mais barato das clientes. "Se a gente compra um produto no Paraguai é justamente para ter um preço de mercado mais acessível", justifica.

Do salão dele, foram levadas tinturas, descolorantes, xampus e produtos de lavagem. Ele conta que tem 24h para apresentar notas fiscais e reaver os produtos, mas irá calcular o prejuízo para saber se vale a pena tentar recuperar o que foi apreendido.

Flávia Suzane, de 20 anos, funcionária de um salão na rua Paraíba, conta que a fiscalização chegou às 11 horas de hoje, mas levou poucos produtos porque o estabelecimento prefere trabalhar com produtos nacionais.

O balanço da operação será divulgado pela Receita Federal apenas ao final dos trabalhos.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions