A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 14 de Dezembro de 2018

26/05/2009 08:40

Reforço de 15% no novo efetivo da PM depende da Justiça

Redação

O novo efetivo da Polícia Militar de Mato Grosso do Sul, incorporado dia 15, pode receber reforço de 15%. Isso porque 122 alunos fizeram o curso de formação guarnecidos por mandados de segurança e vai depender da decisão final da Justiça se eles passam ou não a integrar o efetivo da PM.

Enquanto isso não ocorre, conforme portaria publicada no Diário Oficial do Estado desta terça-feira, foi determinado o recolhimento de fardas e outros equipamentos.

São vários os motivos que levaram candidatos a recorrerem à Justiça para assegurar matrícula no curso de formação da Polícia Militar, até que o mérito da ação seja julgado.

Há os que questionam o critério de altura, de idade e também candidatos inscritos em dívida ativa por não pagamento de tributos. Além dos que aguardam decisão judicial, há seis que permanecerão na condição de alunos bolsistas por não terem concluído o curso.

Oficialmente, ontem os policiais começaram a atuar integrados ao efetivo. São 808 em todo Mato Grosso do Sul, sendo que 348 atenderão nos batalhões de Campo Grande e os outros nas cidades do interior do Estado.

No interior, os novos policiais militares foram distribuídos da seguinte maneira: 123 para Aquidauana; 53 para Dourados (que cedeu 23 a Maracaju); 57 para Fátima do Sul; 57 para Jardim; 60 para Nova Andradina; 63 para Paranaíba; 72 para Ponta Porã; 29 para Amambaí; 57 para Três Lagoas e 76 para Coxim

O concurso da Polícia Militar, para soldados, foi realizado em fevereiro do ano passado e 18,6 mil candidatos fizeram as provas.

MEC vai propor nova estrutura para cursos de pedagogia
O Ministério da Educação (MEC) vai encaminhar ao Conselho Nacional de Educação (CNE), na próxima semana, uma proposta de modificação dos cursos de pe...
Motoristas envolvidos em contrabando terão habilitação cassada
O motorista que for condenado por dirigir veículo usado para receptação, descaminho ou contrabando de mercadorias terá sua carteira de habilitação ca...
STF decide que Ministério Público pode cobrar multas de ações penais
O Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu hoje (13) que o Ministério Público tem competência para ajuizar ações de cobrança de multas definidas em con...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions