A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

25/10/2013 10:55

Seguranças atropelaram jovem de propósito após show, crê delegado

Graziela Rezende
Jovem pode ter sido atropelado de propósito. Foto: DivulgaçãoJovem pode ter sido atropelado de propósito. Foto: Divulgação

Com o inquérito finalizado, que investigava desde o dia 19 de maio deste ano a morte do soldado do Exército Idenilson da Silva Barros, 20 anos, o delegado Cláudio Martins, responsável por apurar o homicídio, continuará a buscar oitivas para comprovar algo que também faz parte do seu entendimento pessoal: a vítima foi atropelada propositalmente.

“Eu duvido que tenha ocorrido um atropelamento naquele local, mas isso faz parte de uma opinião pessoal. Após a retirada do jovem e a agressão física em uma área delimitada pelo tapume, no qual apenas os seguranças e realizadores do evento tinham acesso, não conseguimos indícios e nenhuma informação do que tenha acontecido”, afirma o delegado Martins.

No entanto, com os laudos periciais e o entendimento da Polícia, que segundo o delegado, deixou transparecer o crime, o Judiciário decretou a prisão de três dos cinco seguranças suspeitos da morte de Idenilson. O gerente da empresa F & V Segurança, Ronaldo Sólis, e um dos funcionários, Carlos Roberto Madureira já estão presos. José Alberto Viana continua foragido.

“Os três foram indiciados, vão responder por homicídio e ainda buscamos identificar os outros dois suspeitos. A investigação ainda busca saber se possivelmente um deles dirigia o carro que passou por cima do jovem”, finaliza o delegado.

Crime - A Polícia apenas ficou sabendo que Idenilson brigou com a namorada no camarote e saiu algumas vezes, sendo que 40 minutos antes do final do show, disse que sairia e já voltava. Por volta das 5h, ele foi encontrado morto no estacionamento. A suspeita inicial era de atropelamento.

Dias depois, o laudo pericial apontou que ele também foi vítima de espancamento, pouco antes de ser atropelado. Com a coleta de uma peça do carro Hyundai, a Polícia começou a selecionar os possíveis modelos envolvidos, chegando a conclusão de que se tratava de um Sonata ou um Azera.

Seguranças acusados de matar jovem espancaram outro em show sertanejo
Os seguranças acusados de matar o soldado do Exército Idenilson da Silva Barros, 20 anos, morto no dia 19 de maio, em Campo Grande, também são suspei...
Polícia prende seguranças envolvidos na morte de ex-soldado do Exército
Três dos cinco seguranças suspeitos de espancar até a morte o ex-soldado do Exército Idenilson da Silva Barros, 20 anos, foram presos pela Polícia Ci...


Os seguranças tinham um Azera? Oloco.
 
Paulo Miranda em 25/10/2013 15:20:58
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions