A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

30/01/2015 08:10

Sem-terra bloqueiam rodovias em protesto contra despejo de usina

Viviane Oliveira
Um dos trechos interditados pelo MST (Foto: Direto das Ruas.Um dos trechos interditados pelo MST (Foto: Direto das Ruas.

Famílias sem-terra bloqueiam, desde as 6h desta sexta-feira, a BR-262, em Terenos, e o quilômetro 136 da BR-267, em Casa Verde, distrito de Nova Andradina. O protesto é em solidariedade aos acampados da Usina de Cana de açúcar em Quebra Coco, região de Sidrolândia, que por determinação judicial tiveram que desocupar a área nesta quinta-feira. 

De acordo com a PRF (Polícia Rodoviária Federal), as rodovias estão totalmente interditadas. Até o momento, o congestionamento tem 3 quilômetros de extensão nos dois sentidos da pista da BR-262, com previsão de liberação somente na hora do almoço. 

A assessoria do MST (Movimento Sem Terra) informou que o movimento pede a aceleração da reforma agraria popular no país. Ontem, policiais do Batalhão de Choque cumpriram a decisão do juiz da 2ª Vara da Comarca de Sidrolândia, Fernando Moreira da Silva, para retirar cerca de 140 famílias sem-terra que estavam acampadas desde o dia 10 em duas propriedades localizadas na antiga Usina Santa Olinda.

Os movimentos sociais reivindicam a transformação da área em assentamento dos quase 89 mil hectares onde está instalada a usina, fechada desde junho de 2013. O juiz acatou o pedido de liminar apresentado pelos advogados da Jotapar Participações Ltda, razão social da empresa controladora da Usina Santa Olinda. A empresa arrendou no ano passado 4 mil hectares para produtores cultivarem soja e milho.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions