A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

29/01/2010 09:45

Sensibilizados, militares querem ajudar mais o Haiti

Redação

Após passarem sete meses na missão de paz, no Haiti, os 27 militares que desembarcaram na última quarta-feira, em Campo Grande, contaram hoje, emocionados, que a saudade da família é grande, mas concorre com o desejo de continuar ajudando o País devastado pelo terremoto do dia 12 de janeiro.

Eles precisaram ficar em isolamento, seguindo protocolo das Forças Armadas, e somente na tarde de hoje poderão reencontrar os familiares.

Apesar da sensação de ter cumprido com o dever da missão, a situação em que o Haiti ficou após o terremoto frustra os militares. Eles contam que esperavam deixar o País "melhor do que estava" quando chegaram as tropas.

O sargento Adailton Brandão Miranda, 36 anos, conta que "mais uma experiência militar é uma experiência humana" e que desabafa que ainda está absorvendo o que aconteceu ao Haiti, porque já estavam próximo ao retorno quando ocorreu o terremoto, matando milhares de pessoas.

O sargento Valter Pereira dos Santos, 32 anos, há cinco anos está na carreira militar e conta "uma experiência que ninguém quer passar". Ele diz que estava em uma obra de orfanato no momento do terremoto e que estava sobre uma máquina quando a terra começou a tremer.

Ele diz que o episódio mais marcante foi ter salvado duas crianças que foram soterradas pelos escombros de uma igreja que desabou. "Todos meus valores mudaram hoje dou mais valor à vida e mais valor ao Brasil".

O capitão Fábio Ávila, engenheiro, de Cuiabá (MT), de 29 anos, ficou 8 meses no Haiti. Ele segue hoje para Cuiabá e vai se encontrar com a família amanhã. "Procuramos fazer nosso melhor para ajudar", diz. Com tristeza, ele lembra que amigos militares que morreram durante o terremoto.

O Exército brasileiro prepara novo contingente para auxiliar na reconstrução do Haiti e mais de dois mil militares já se habilitaram em Mato Grosso do Sul. Haverá uma seleção para definir quantos devem embarcar no mês de março.

Recesso de fim de ano começa nesta semana no Judiciário e Legislativo
Na reta final de 2017, para alguns servidores a "folguinha" das festas começa mais cedo. Em orgãos Estaduais e Federais de Mato Grosso do Sul, tem re...
Curso de instrutor de trânsito do Detran oferece 50 vagas na Capital
O Detran-MS (Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso do Sul) está com inscrições abertas para o curso de Formação de Instrutor de Trânsito e...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions