A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 25 de Setembro de 2018

14/08/2009 08:28

Silêncio é imposto para preservar empresário sequestrado

Redação

A polícia e a família do presidente da Copasul, o empresário de Naviraí, Sakae Kamitani de 79 anos, impuseram silêncio como forma de garantir que a negociação com os seqüestradores ocorra e o refém seja libertado com vida.

O site da região, Sul News, chegou a retirar do ar matérias publicadas e publicou uma nota explicando que isso foi feito a pedido da família.

Ontem foi informado pelo site Dourados Agora que os sequestradores fizeram contato por volta de 15h30 e teriam exigido R$ 500 mil em resgate.

Na Copasul ocorre uma reunião neste momento para definir se será ou não emitida uma nota oficial sobre o assunto.

Por volta de 10h30 de ontem Sakae saiu da sede da Copasul, dizendo que almoçaria na sua residência, e não foi mais visto.

Por volta das 13h, a Polícia foi acionada e com apoio de funcionários de Sakae, começou as buscas pelo município, inclusive na zona rural, mas também não foram encontradas pistas sobre o paradeiro do empresário.

Sakae Kamitani dirigia um veículo Fiat Idea vermelho quando deixou a sede da Cooperativa. Por várias vezes a família tentou manter contato por telefone celular com ele, mas ninguém atendeu.

Também foram montadas barreiras em várias estradas vicinais que ligam aos assentamentos e fazendas da região

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions