A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

14/08/2009 08:28

Silêncio é imposto para preservar empresário sequestrado

Redação

A polícia e a família do presidente da Copasul, o empresário de Naviraí, Sakae Kamitani de 79 anos, impuseram silêncio como forma de garantir que a negociação com os seqüestradores ocorra e o refém seja libertado com vida.

O site da região, Sul News, chegou a retirar do ar matérias publicadas e publicou uma nota explicando que isso foi feito a pedido da família.

Ontem foi informado pelo site Dourados Agora que os sequestradores fizeram contato por volta de 15h30 e teriam exigido R$ 500 mil em resgate.

Na Copasul ocorre uma reunião neste momento para definir se será ou não emitida uma nota oficial sobre o assunto.

Por volta de 10h30 de ontem Sakae saiu da sede da Copasul, dizendo que almoçaria na sua residência, e não foi mais visto.

Por volta das 13h, a Polícia foi acionada e com apoio de funcionários de Sakae, começou as buscas pelo município, inclusive na zona rural, mas também não foram encontradas pistas sobre o paradeiro do empresário.

Sakae Kamitani dirigia um veículo Fiat Idea vermelho quando deixou a sede da Cooperativa. Por várias vezes a família tentou manter contato por telefone celular com ele, mas ninguém atendeu.

Também foram montadas barreiras em várias estradas vicinais que ligam aos assentamentos e fazendas da região

Carro roubado no Rio de Janeiro é recuperado em estrada de acesso ao Paraguai
Um automóvel recentemente roubado no Rio de Janeiro foi recuperado por policiais militares em uma estrada vicinal de Japorã –a 487 km de Campo Grande...
Recesso de fim de ano começa nesta semana no Judiciário e Legislativo
Na reta final de 2017, para alguns servidores a "folguinha" das festas começa mais cedo. Em orgãos Estaduais e Federais de Mato Grosso do Sul, tem re...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions