A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

26/05/2008 18:48

Sob ameaça, dois presos são transferidos de unidade

Redação

Dois presos envolvidos no esquema de corrupção descoberto no mês passado na Colônia Penal Agrícola de Campo Grande estão sendo ameaçados de morte e as autoridades de segurança estão sendo obrigadas a transferi-los de unidade penal.

Segundo o Campo Grande News apurou, um dos presos é o que deu início a toda a investigação, depois de ser preso com maconha. A droga pertenceria à facção criminosa PCC (Primeiro Comando da Capital), que seria responsável pelas ameaças.

Conforme foi apurado, os presos estavam no IPC (Instituto Penal de Campo Grande, de lá foram transferidos para uma cela da Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário), e hoje voltaram para o Complexo Penitenciário, para uma unidade não informada. No complexo ficam o IPC, o Centro de Triagem Anísio Lima, o Presídio de Trânsito e o Estabelecimento Penal de Segurança Máxima.

O esquema de propina paga a servidores na Colônia Penal Agrícola tem 13 pessoas indiciadas, das quais 8 são detentos. Além desses,  mais 29 presos tiveram regressão de regime, por suspeita de serem beneficiados pelas irregularidades.

Os agentes acusados, entre eles dois ex-diretores da Colônia Penal Agrícola, Livrado da Silva Braga e Luiz Carlos dos Santos chegaram a ficar presos, mas foram soltos por decisão judicial.

Recesso de fim de ano começa nesta semana no Judiciário e Legislativo
Na reta final de 2017, para alguns servidores a "folguinha" das festas começa mais cedo. Em orgãos Estaduais e Federais de Mato Grosso do Sul, tem re...
Curso de instrutor de trânsito do Detran oferece 50 vagas na Capital
O Detran-MS (Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso do Sul) está com inscrições abertas para o curso de Formação de Instrutor de Trânsito e...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions