A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

23/11/2009 16:24

STF nega pedido de extradição de dono de jornal

Redação

O STF (Supremo Tribunal Federal) negou pedido de revogação da prisão preventiva para extradição ao libanês naturalizado brasileiro, Assad Khalil Kiwan. A solicitação foi feita pela defesa por meio do habeas corpus contra a prisão preventiva determinada pela ministra Cármen Lúcia Antunes Rocha.

Atualmente Assad Kiwan está preso no Centro de Detenção Provisória III de Pinheiros (SP), onde aguarda a análise de seu processo de extradição. A prisão para extradição foi solicitada pelo governo do Líbano, país de origem de Kiwan, baseada em acusações de que o libanês, naturalizado brasileiro em 2004, estaria envolvido com o tráfico internacional de drogas.

No habeas corpus, a defesa contesta essa acusação e afirma que o libanês era dono de um jornal na cidade paraguaia de Pedro Juan Caballero, onde era perseguido por políticos locais. Informa que o acusado escapou de um atentado em setembro de 2007, quando foi alvejado por 57 disparos de arma de fogo de grosso calibre.

O pedido de liberdade foi negado pelo ministro Eros Grau por entender que, à primeira vista, não estão configurados os requisitos para sua concessão.

Atentado

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions