A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

28/07/2016 19:45

Umidade chega a nível perigoso para a saúde em 29 cidades de MS, alerta Inmet

Estiagem já dura dez dias; tempo seco prejudica aparelho respiratório

Anahi Zurutuza
Não há previsão de chuva (Foto: Fernando Antunes)Não há previsão de chuva (Foto: Fernando Antunes)

O Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia) emitiu alerta para a população de 29 dos 79 municípios de Mato Grosso do Sul sobre a baixa umidade relativa do ar. Conforme o órgão, até às 17h de amanhã (29), o índice pode chegar a 20%, nível considerado de “perigo potencial” para a saúde humana.

A estiagem já dura dez dias no Estado, segundo a meteorologista do Inmet, Neide Oliveira, e não há previsão de chuva. Por isso, a tendência é que o tempo fique cada vez mais seco e que a população volte a sentir os efeitos da baixa umidade.

Em entrevista recente ao Campo Grande News, Lívia Mello, gerente-técnica de doenças endêmicas da SES (Secretaria de Estado de Saúde), explicou que a seca propicia o contágio com vírus e bactérias que provocam doenças como gripe e pneumonia, por conta do ressecamento do aparelho respiratório e também do aumento da circulação destes microorganismos. “Os sintomas podem ser desde o desconforto e sangramento nasal, por conta do ressecamento e inflamação das mucosas, até a falta de ar. Fora, as dores de garganta e tosse”.

Temperatura – Em pleno inverno, no restante da semana, termômetros chegarão a marcar 31ºC em Campo Grande. Nessa sexta-feira, a temperatura varia de 14ºC a 31ºC, e a umidade relativa do ar de 30% a 75%.

No sábado, fará sol e a temperatura vai variar de 16ºC a 31ºC na Capital, segundo o a previsão do Inmet.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions