A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 23 de Setembro de 2018

18/05/2017 17:28

Vítima de atropelamento no interior morre e Santa Casa procura família

Mulher ficou internada por 21 dias, mas não tinha acompanhante, nem recebeu visitas, além disso, estava sem documentos

Luana Rodrigues

Uma mulher identificada como Sueli da Silva Oliveira, 51 anos, morreu nesta quinta-feira (17), depois de ficar 21 dias internada na Santa Casa de Campo Grande. Ela teria sido vítima de um atropelamento em Miranda - distante cerca de 201 quilômetros da Capital. Como estava sem documentos e não tinha acompanhante, o hospital procurou a polícia para registrar a morte e tentar encontrar a família da vítima.

De acordo com o boletim de ocorrência registrado por um representante da Santa Casa, a paciente deu entrada no hospital no dia 25 de abril, às 23h17. Em seu prontuário, havia a informação de que ela teria sofrido traumatismo craniano, ao ser atropelada, em Miranda.

Conforme o hospital, a mulher estava sem documentos, mas no prontuário, vindo do interior, havia um nome que teria sido relatado por ela, quando foi internada. Sueli morreu na madrugada desta quinta-feira (17).

Como ela não tinha acompanhante e em nenhum momento recebeu visitas, o hospital agora procura pela família, para que possa providenciar o sepultamento.

O corpo da mulher foi encaminhado ao Imol (Instituto de Medicina Odontologia Legal), onde será feito um exame para identificação. Quem tiver qualquer informação, pode entrar em contato com o setor de assistência social da Santa Casa no telefone (67) 3322-4000.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions