ACOMPANHE-NOS    
JUNHO, QUINTA  17    CAMPO GRANDE 19º

Bate Papo Empreendedor

O perfil do futuro: Por que seus relacionamentos não dão certo?

Por Heitor Castro | 02/02/2021 09:12

Existem três perfis que utilizamos para nos relacionar com outras pessoas, e relações eu digo de forma geral: casal, profissional, familiar, etc. Qual será o perfil do futuro?

Muita coisa pode não estar fluindo como deveria na sua vida, justamente porque você está aplicando o primeiro perfil: Recebedor.

E ser um recebedor, literalmente, é começar perdendo; realmente só há dificuldades se você estiver aplicando essa filosofia de vida. Todos que buscam essa primeira opção enfrentam automaticamente escassez, e vazio no futuro, fazendo com que as pessoas fujam para longe; saiba que quando você entra em qualquer relação focado em “quero receber”, você perde. Quem aplica essa postura, essa mentalidade, age como se fosse um vírus, sugando a energia da outra parte, e nenhum homem ou mulher ficará com você dessa forma; uma empresa por exemplo, não te contrataria com essa postura, pois buscam contratar aqueles que desejam contribuir com a visão da empresa, com o futuro dela. Não há futuro algum para aqueles que querem viver relações focadas em apenas — receber — , dessa forma surge o afastamento, pois você apenas atua como um vírus; e sem exceção, aqueles que vivem a escassez, o vazio em qualquer esfera da vida, possuem essa postura.

O segundo perfil é o: Trocador.

Quando não sabemos trocar, se torna prostituição; eu te respeito se você me respeitar, eu te amo se você me amar, eu te ofereço se você me oferecer, e então tudo se torna condicional. Esse tipo de relação é difícil, e as pessoas de forma geral em um nível mais elevado de intelecto e entendimento sobre relacionamentos podem pensar, e disseminar que a essência de um relacionamento é — troca —. O fato é que relacionamento não é troca, relacionamento de forma mais profunda em uma frase é — suas necessidades são as minhas necessidades, e as minhas necessidades são as suas necessidades —.

Relacionamento é quando fazemos o que fazemos por algo que está além de nós. Compreendendo essa postura evoluímos em todas as esferas da vida. As pessoas com dificuldades extremas, estão assim, justamente porque estão batendo na tecla do “eu quero receber” que é o primeiro perfil, e os que evoluíram um pouco estão no segundo perfil, buscam “trocar”, só que entram na mentalidade dinâmica de prostituição condicional, do amar se você me amar, de respeitar se você me respeitar.

Mas existe um terceiro perfil, que é o: Contribuidor

Suas necessidades são as minhas necessidades, e se você está disponível para esse nível de relacionamento, as minhas necessidades são as suas necessidades também. Pense na primeira informação que você recebeu sobre esse tema: O relacionamento entre seu pai e sua mãe. Só há futuro nessa mentalidade. Mas Heitor é muito difícil, eu tenho traumas dentro de mim, eu estou cheio de cargas e experiências que me bloqueiam: "Meu chefe fez isso...", "Minha família me trata mal...", "Fui traído no relacionamento...".

Sendo assim, isso faz com que seja impossível você estar a serviço da vida do outro, simplesmente porque você nomeou, rotulou, e ficou identificado nesse conteúdo todo. Saiba que você você pode estar tomando atitudes com esses perfis, alternando entre eles, algo que depende do seu nível de interesse em determinada relação.

Você pode entrar em um relacionamento para “receber”, algo sem nenhum futuro, e é onde nós estamos hoje a um nível de pensamento global, e pensamento da massa.

Ou você pode entrar em um relacionamento para “trocar”, algo que não é tão bom assim.

Ou você pode entrar para “contribuir” seja com quem for, de forma desinteressada, com a ideia de ser um provedor no mundo, deixando de ser apenas um consumidor, e passar a ser um contribuidor. Nós temos muito a dar, em qualquer relacionamento que seja, e se todos nós entrarmos na postura de contribuir, acaba que ninguém terá o objetivo primário de receber nada, e então você compreende a grande sacada; se eu contribuo com a tua vida e você contribui com a minha, nós dois recebemos, e assim a troca funcional nasce.

Como consequência suas necessidades se tornam as minhas necessidades, e assim nossa relação acontece. Mas somente no seu relacionamento de casal? Não, na verdade em tudo na vida, se você entra nas relações para prover ao outro, isso tem futuro, se você entra nas relações com foco em você, isso não tem futuro.

Conclusão? Procure ter equilíbrio, e passar a entender suas relações a partir de hoje por meio da mentalidade que soma. Assim aos poucos deixa de ser 100% — consumidor —, algo que já existe em excesso no mundo.


Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário