ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
ABRIL, SEXTA  19    CAMPO GRANDE 26º

Boa Imagem

As palavras na era digital: impacto e responsabilidade

É preciso usar com sabedoria tanto a palavra escrita quanto a palavra falada

Por Larissa Almeida (*) | 20/02/2024 14:00

Cada um de nós tem um poder enorme de usar as palavras para erguer pessoas ou para destruir pessoas. Tudo o que falamos tem sim um impacto positivo ou negativo na vida de alguém, porque é natural do ser humano ser influenciado, querer agradar, querer ser gostado, admirado, e inclusive se apegar mais às palavras negativas do que as positivas. Você está usando este poder com sabedoria? Como você está impactando as pessoas com as quais convive? E preciso frisar que este poder vale para o que falamos e o que escrevemos.

 Percebo que as pessoas perderam ainda mais a noção com o advento das redes sociais, postam e comentam absurdos do tipo “você está muito feio”, “nossa, você é péssimo”, “precisa morrer e nascer de novo para ficar melhor”, “o que aconteceu com você, está envelhecendo muito mal”, “você é burro” e por aí vai. Clique nos comentários de qualquer post de pessoas famosas/influenciadores que você verá este tipo de comentário.

 E não podemos subestimar o poder das palavras que inclusive proferimos para nós mesmos. Conheço pessoas que se xingam de “burros”, falam que não são bons, que são feios, que não fazem nada certo. Essas palavras tem o poder de destruir a autoconfiança e a autoestima de uma pessoa. Vejo pais dizendo que seus filhos são incapazes, proferindo palavras limitadoras e negativas. Durante as brigas este poder é frequentemente usado para o mal, e costuma deixar marcas profundas nas pessoas, porque as palavras ecoam, ficam martelando nas nossas inseguranças.

 Sim, eu sei que todos nós dizemos coisas ruins em momentos de raiva, de frustração, mas fica aqui o convite para a reflexão. Será que estamos usando as palavras com sabedoria, criando impacto positivo por onde a gente passa? Ou será que estou “derrubando” as pessoas através do que eu falo? Que todos nós possamos nos aprimorar cada vez mais e tentar tornar a nossa vida mais fácil, melhorar a nossa autoconfiança e erguer as pessoas ao nosso redor através das palavras. As palavras têm poder!

 (*) Larissa Almeida é formada em Comunicação Social pela UFMS e pós-graduada em Influência Digital pela PUC-RS. Trabalhou durante 14 anos na área de comunicação e imagem em importantes instituições como Caixa Econômica Federal, Prefeitura de Campo Grande, Governo do Estado de Mato Grosso do Sul, Senado Federal, além de ter coordenado a comunicação da Sanesul. Consultora de imagem formada pelo RML Academy e Centro Universitário Belas Artes de São Paulo. Especialista em Dress Code e comportamento profissional por Cláudia Matarazzo e RMJ Treinamento e Desenvolvimento Empresarial. Siga no Instagram @vistavoce_.

Nos siga no Google Notícias