A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 20 de Setembro de 2017


  • De olho na TV
  • De olho na TV

    com Reinaldo Rosa


02/08/2017 16:16

Assessor de ex-prefeito tem minuto de glória na em rádio

Reinaldo Rosa

NÍVEL NACIONAL – Giovanni Favieri, assessor do ex-prefeito Lúdio Coelho, teve minuto de glória na Jovem Pan FM, de São Paulo. Levou – e cobra - calote de débito na campanha de Fernando Haddad, PT (SP). Este diz que não deve nada.

PELAS BEIRADAS – Em estúdio e/ou via Facebook, Antonio Neres divide audiência radiofônica em Dourados. Através da 'Boa Nova FM' concorre em igualdade de condições com a FM 94, do vereador e radialista Marçal Filho.

E AGORA – Atualmente empresário da comunicação, Pereira Guedes dirige emissoras em Amambai e, calejado, comemora com parcimônia migrações de AM para FM. "Melhor qualidade de som chama a atenção da camada jovem. Que não é fiel e não tem poder de compra", afirma.

NA MESMA EMOÇÃO - Transmitir o Festival de Inverno ao vivo foi considerado vitória por Lu Bigatão. Equipe e estrutura reduzida contabilizaram 12 horas de show e dez reportagens produzidas. "É a TV publica cumprindo seu papel de promoção da cultura regional" considera a jornalista.

NA TORCIDA – Jornalista João Bispo Nascimento, atualmente residindo no Rio de Janeiro, submeteu-se a duas cirurgias, parou com a quimioterapia e, não está bem. Está internado no Hospital do Fundão e, neste momento, conta com as orações dos amigos.

VC NA COLUNA – "Procura-se advogado especialista na lei das telecomunicações para litigar sobre arrendamento de emissoras de rádio. Campo Grande amanheceu sem uma de suas pioneiras, a Cultura. Que se danem os ouvintes, tradição e história da emissora no estado. O bom negócio é arrendar", Avelino Neto.

NA SAUDADE – Sábado, 29, faleceu Rubens da Silva Garcia. Nome paparicado por jornalistas em eventos da AMAS – Associação Sulmatogrossense de Supermercados - não recebeu uma linha sobre seu prematuro passamento. Simples assim.

JARDIM DA INFÂNCIA - "Minha infância foi ao som do rádio e uma das emissoras desses sons era a Rádio Cultura (AM). Vozes de locutores como Pereira Guedes, Ramão Achucarro, Zênio Silva, Moura Brasil e tantos outros foram companhias constantes. Outros como João Bosco de Medeiros, Sérgio Cruz, B. de Paula Filho, Edgard Lopes de Farias, Fausto Brites (Kapak) acabaram se tornando colegas quando comecei a trilhar o jornalismo. Hoje, a Cultura deixou de existir; não há como não sentir um certo sentimento de tristeza". Laureano Secundo

Enfim, a tão sonhada migração das rádios em MS
WELCOME – Emissoras de rádio de Mato Grosso e Mato Grosso do Sul tiveram oficializadas suas migrações da faixa AM para a sonhada banda de Frequência ...
Programa regional da espaço pela metade à música de MS
COMO O MESTRE MANDA – A 'Som Livre' joga no mercado cantores de repertórios e qualidade duvidosos, proporcionando-lhes considerável visibilidade. Obj...
Quadro 'preso' dá oportunidade a falas oportunistas na tevê
FALANDO AO ELEITOR – No prende-e-solta da cadeia quadro polêmico de artista plástica mineira, surgem os oportunistas de plantão. O apresentador Maurí...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions