ACOMPANHE-NOS    
JULHO, QUINTA  02    CAMPO GRANDE 15º

De olho na TV

Bando e um louco na comunicação esportiva

Por Reinaldo Rosa | 30/09/2013 08:38

MELHOR FALADA QUE ESCRITA - Em jornal impresso de Campo Grande, a FM Capital veicula anúncio sobre o programa Tribuna Livre. No texto, crases são substituídas por acentos tônicos; abreviações onde sobra grande espaço para o extenso e por aí vai.

SEGUE O SEXO - No mesmo jornal, os 'criativos' da produção do deputado Maurício Picarelli também dão seus voos rasantes no assassinato do português. Na dúvida entre crase e/ou acento tônico, não colocam nenhum. Simples assim.

OMISSÃO É MELHOR - Ao ditar memorando para a secretária ordenando-a marcar reunião ministerial para uma sexta-feira, a profissional perguntou ao presidente Costa e Silva: "sexta-feira é com X ou S?". Prontamente ele respondeu: antecipe pra quinta-feira. Forma de pensar de alguns peixes fora da água.

AM VAI RESISTIR - Dados da PNAD (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio) informam que, no Estado, existem mais pessoas portadoras de celular do que aquelas que têm aparelhos de rádio em casa (91% e 80%, respectivamente). Mesmo sabendo que a faixa de amplitude modulada não faz parte dos receptores telefônicos, ela haverá de resistir.

A LAMENTAR - Em Mato Grosso do Sul, a insípida difusão de notícias na faixa de FM contribuirá para a alienação da camada jovem contemplada com programações despreocupadas com a cidadania. 'Jornalismo' sobre vida e obra de cantores sertanejos - universitários ou Enem - e próximos capítulos de novelas em nada contribuirá para a molecada.

JOGANDO PARA PLATEIA - Trabalhos para tirar o futebol do Estado do marasmo atual incluem times de cronistas esportivos das rádios Difusora e Capital AM, além de profissionais do ramo baseados em Dourados e Corumbá. TV Morena e o Viamorena também fazem parte dessa seleção. Para bagunçar o esforço geral para renascimento do futebol está a própria entidade que o representa.

NÃO É COMIGO - Para impedir a transmissão do jogo através do site Viamorena, o presidente da FFMS utilizou-se da singela informação de que a promoção (e ordem) "pertence à CBF". Ao mesmo tempo -nos bastidores- concedeu credencial para o programa Festas e Eventos registrar os famosos penetras -portadores de cortesias da entidade- na festiva data da derrota corinthiana, no Morenão. Gol contra de Cezário. Mais um.

R.V.S.P - O cronista esportivo Gilson Giordano informa que, nesta segunda-feira, "no Morenão, teremos jogo entre o Guaicurus e o Campo Grande, pela Segunda Divisão". Acrescenta a expectativa de "ver se esses aproveitadores e sangue-sugas do futebol sul-mato-grossense" comparecerem no mesmo local e horário para 'transmitir' o jogo.

FALA POVO - "A TV Record MS, aqui em Dourados, é uma piada. Seu sinal congela, falha e fica sem áudio constantemente. Por ser a segunda cidade do Estado, Dourados merecia um transmissor mais potente com
qualidade de imagem melhor. Não adianta ter programação, se não tem transmissão". (JOSÉ OLIVEIRA)

FALA POVO II - "(Sobre Tudo como dantes) Qualquer meio de comunicação é viciado por natureza. O público recebe o que dá Ibope (baixaria, morte, etc.) e só fica sabendo o que os anunciantes (que controlam o
dinheiro) ou o Governo (que controla as concessões) querem que o povo saiba. (GUILHERME ARAKAKI)

AOS NAVEGANTES - Apesar de anunciado no programa de rádio, o Tribuna Livre, da FM Capital, não vai ao ar -pela internet - no mesmo dia de sua transmissão original. É a pílula do dia seguinte do rádio.