A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 23 de Junho de 2017


  • De olho na TV
  • De olho na TV

    com Reinaldo Rosa


15/01/2016 10:33

Consequências da audiência no rádio e TV regionais

Reinaldo Rosa

PROGRAMA DE GOVERNO – Audiência a qualquer custo é o objetivo de alguns veículos da imprensa falada. Mesmo que o custo seja a ausência de qualidade. É discutível a falta de compromisso com finalidades da comunicação social. Principalmente o rádio, veículo mais próximo da população.

HÁ 14 ANOS – A ’94 FM de Dourados’ jura ser “há 14 anos a dona do primeiro lugar”. Sintonizar o dial da emissora por alguns minutos é tempo suficiente para entender os objetivos pessoais –e políticos- de seu diretor.

CUMPLICIDADE – Difícil esconder camuflagem de princípios quando o veículo é usado para finalidades e interesse de uma só pessoa; o proprietário. De olho na próxima campanha eleitoral em Dourados, o radialista Marçal Filho atira em programa popularesco. Ingredientes de receita de fácil digestão.

DOR DE OUVIDO - “Duzentas gramas”; “Acre é no Brasil?”. Um pouco do que o Repórter Bronca destila de ‘cultura’ no programa.

A QUEM INTERESSAR POSSA - “O Rádio é empreendimento de expressão e necessário para o desenvolvimento do país e da cidadania. A finalidade do rádio não é só tocar música como se poderia esperar”, conforme Bruno Peron Loureiro, no ‘Observatório da Imprensa’.

IMAGEM QUE FICA – Em Campo Grande a profissão de jornalistas é jogada numa vala não muito alvissareira, digamos assim, na falta de melhor adjetivo. Retransmissoras de redes de TV aplicam, sem constrangimento, na falta de cultura e compromisso com o telespectador. Audiência, a missão.

MAIS PALADINO – Diretamente das trincheiras do rádio, coronel pavimenta o caminho para aventuras e desventuras políticas. Assumindo que tem lado, já empunhou a bandeira da defesa de ações de segmento que comandou no Mato Grosso do Sul. Aposentadoria dos sonhos é a ordem do dia.

NOTA BOA – ‘Donos da Bola’, regional, comandada por Elson Pinheiro ganhou mais espaço na TV Guanandi. Não é por falta de apoio que o futebol local não volte a crescer.

NOTA BAIXA – Com time já escalado, BBB 16 está prestes a começar, pela rede Globo. Bom proveito.

VC NA COLUNA – Jornalista blogueiro douradense informa sobre resultados da falta que faz o ambiente de corredores legislativos de Brasília. Eterno candidato da cidade vive crises depressivas.

Na internet, grupo Acaba tem audiência cativa
MIOPIA – 66 curtidas, dez comentários, oito compartilhamentos no Facebook, incontáveis visualizações neste site Campo Grande News. Nota da coluna sob...
Grupo Acaba vive, mesmo fora da mídia
ESTAMOS JUNTOS – Mesmo ausente da grade musical da maioria de emissoras de rádios e retransmissoras de TVs locais, o Grupo Acaba vive –e sobrevive-. ...
Música regional de MS é atração rara nas emissoras locais
ESTRELAS FAZEM SINAL – Paulo Simões, Geraldo Roca, autores da música 'Trem do Pantanal', considerada hino não oficial de MS, não têm o destaque merec...
Só um 'não' ao ouvinte pode tirar rádio da mesmice
LINHA FECHADA – Quando é preciso dizer ‘não’. Difusora AM também abre espaço para atendimento de pedidos musicais dos ouvintes. Perigo à vista; maior...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions