A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 20 de Fevereiro de 2018


  • De olho na TV
  • De olho na TV

    com Reinaldo Rosa


21/06/2017 14:47

Grupo Acaba vive, mesmo fora da mídia

Reinaldo Rosa

ESTAMOS JUNTOS – Mesmo ausente da grade musical da maioria de emissoras de rádios e retransmissoras de TVs locais, o Grupo Acaba vive –e sobrevive-. Resultado de trabalho pautado por riqueza de letras vem aí –em alto e bom som- DVD em comemoração ao meio século do Grupo.

VER E OUVIR - Secretaria Estadual de Cultura está à frente da produção e divulgação do trabalho do Grupo. Várias localidades de Mato Grosso do Sul foram registradas em imagens fotográficas e em vídeo pela equipe da Render Brasil Produções, de Campo Grande.

EM FESTA – Protagonista do rico cancioneiro sul-mato-grossense Lenilde Ramos aniversaria hoje cercada de amigos e com motivos para comemorar. A falta de atenção fica por conta da mídia local que segue em busca de audiência através da mesmice. Cumprimentos da Coluna.

EM FESTA II – Calcando sua vida pelo respeito ao próximo e muito amor à sua origem territorial, ‘Doutor Wilson’ também comemora sua data natalícia hoje. Espaço pequeno para dizer algo sobre personagem de tão grande.

SINAL DOS TEMPOS – Jovem universitária ouvia músicas internacionais escrevendo a letra original para, em seguida, fazer as respectivas traduções. Detalhe da riqueza cultural proporcionada pelo rádio. Em tempos que não existiam Google e WhatsApp. Lógico.

LUZES, CÂMERAS – Rede Globo deu mais uma mostras de seu poderio econômico e tecnológico com o novo cenário do ‘Jornal Nacional’. O tradicional informativo dispõe de 189 postos de trabalho moldurando as notícias com reluzente jogo de raios lazer.

POUCA AÇÃO – Na noite de apresentação do novo local faltou renovação no noticiário comandado por Willian Bonner. Reprise dos jornais que o antecedem e aquela marcação manjada em cima de Michel Temer e sua camarilha. Nada de novo nas informações.

VC NA COLUNA – “Dentro dessa reflexão sou feliz por ter bem mais de quarenta anos e poder ter ouvido, cantado e dançado as músicas que perpassaram minha infância, adolescência e juventude bem como algumas de hoje também. No quesito "oportunidade de ser ouvido e de ouvir", concordo que estamos longe de uma equidade que faria bem a todos. Parabéns por falar disso em sua coluna: denuncia a carência e estimula a ampliação dos meios regionais e globais para nosso deleite e a sobrevivência dos bons artistas desse Brasil!”. Yara Garcia Paoletti Cunha – São Paulo

VC NA COLUNA II - “Este teu comentário sobre o pouco espaço dado ao Paulo Simões e sua obra genial nas rádios eu fiz aqui (no FB) logo após o lançamento do DVD do Paulinho. É uma lamentável verdade amigo Reinaldo”. Maurício Pinto Hugo

VC NA COLUNA III – “Enlatados, modismos. Difusão de descartáveis sem compromisso com a formação da pessoa, também da valorização de talentos e expressões culturais da nossa terra, do nosso povo. Pouca responsabilidade é envolvimento com o relevante papel da Comunicação Social. Lástima!”. Ramon Brizueña Aniz

VC NA COLUNA IV – “Mais uma vez externar os meus parabéns ao titular da coluna De Olho na TV, Reinaldo Rosa que, a exemplo das outras vezes, demonstrando muito conhecimento ao assunto que se propôs abordar e o faz com extrema competência, além da lisura quanto ao trato da língua portuguesa. Gosto muito de ler a mesma, pois acima das informações é ainda, uma verdadeira aula da língua portuguesa e de um amplo conhecimento sobre a cultura regional e nacional. Parabéns!”. Gilson Giordano

Grupo Acaba vive, mesmo fora da mídia
Comércio local fora do horário nobre
DE BRISA – TV Morena continua com tabela de preços discricionária em sua grade publicitária. No horário nobre não existe veiculação significativa de ...
TVE tem novidade na cobertura do futebol de MS
VÍDEO MONITORAMENTO - Promotoria de Justiça do Patrimônio Público e Social de Dourados instaura Inquérito Civil para investigar eventual irregularida...
Só Corumbá terá Carnaval na televisão
MAMÃE EU QUERO – Procura-se o responsável pelo apoio midiático e discriminatório do governo do Estado. Apenas a Festa de Momo, de Corumbá, foi privil...
Proposta do Grupo Zahran é notícia em Goiás
BABADO GRANDE – Fevereiro começou com grande bomba em Goiás, com os rumores sobre a venda da mais antiga empresa de comunicação local. O Grupo Jaime ...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions