A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 20 de Agosto de 2018


  • De olho na TV
  • De olho na TV

    com Reinaldo Rosa


12/06/2017 14:56

MS e a nova era da televisão

Lucas Junot

DIA E HORA – Dia 21 de novembro de 2018, o sinal analógico da TV aberta será desligado no Mato Grosso do Sul. Como a maior parte dos brasileiros, o Estado vai entrar na nova era da televisão, a digital, com qualidade superior de imagem e de som.

SINAL VERMELHO - Entre a abertura de licitação para compra dos equipamentos e instalação dos mesmos há o prazo estimado em um ano. Emissoras de TV Educativa se movimentam para se enquadrarem ao prazo determinado pelo Ministério das Comunicações.

FORA DO ORÇAMENTO - Parte da estrutura de radiodifusão do país está a cargo de prefeituras e associações sem recursos e mão de obra qualificada. A crise econômica atrapalhou o processo e a responsabilidade da implantação foi transferida aos governos estaduais. Simples assim.

ABERTO - O diretor-geral da Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão, Luís Roberto Antonik, alertou que para desligar o sistema analógico é preciso chegar a 93% das cidades do país. Já próximo deste percentual, o prazo de novembro/2018 não será alterado.

PRAZOS DE MS - Cidades do Estado que terão sinal analógico desligado até 21 de novembro de 2018 são Campo Grande e Terenos (Agrupamento Campo Grande). A data limite de cinco de dezembro de 2018 foi estendida para Caarapó, Deodápolis, Dourados, Douradina, Itaporã e Vicentina (Agrupamento Dourados).

NOS EIXOS - "Através de emendas das bancadas estadual e federal, a dotação orçamentária está garantida" segundo o presidente da Fertel, jornalista Bosco Martins. Até o primeiro semestre de 2018 a nova tecnologia estará à disposição de toda a população, garante.

CAVALO ENCILHADO – A rádio Difusora chegou com tudo na faixa de frequência modulada. Mantem programação da antiga banda AM criando um diferencial entre as emissoras de FM que teimam em programar grades musicais idênticas.

CATIVO – A exemplo de João Madureira, na Capital FM, Miltinho Viana –na Difusora- usa e abusa de sons de décadas passadas. À procura de público fiel, o autointitulado 'cowboy do rádio' poderá fazer da nova Difusora trampolim para novas aventuras eleitorais.

NÓIS É NÓIS - Filmete da TV Morena sobre atuação do repórter Cabral no 'MSTV1ª' exibe o que os Cartões Postais de Campo Grande escondem. Pronta manifestação de órgãos municipais nem sempre resultam em efetivo atendimento às reivindicações dos espectadores.

NA CUCA – No Ranking do índice de memorização -indicativo da probabilidade de o comercial ser lembrado no futuro- o filmete 'Minizinha' ficou em primeiro lugar. É aquela mensagem estrelada por Michel Teló em diversas situações exibindo o novo cartão de crédito.

TVE com nova programação este mês
VEM AÍ - Após conclusão do processo de digitalização, a TVE Cultura anuncia dia 24 de agosto a nova programação. Os trabalhos foram detalhados nesta ...
Sem adesão ao digital, sinal analógico permanece
ÚLTIMA HORA – Não deu outra; foi ampliado prazo para desligamento do sinal analógico para Campo Grande e Terenos. Cidade Morena não atingiu índice ne...
Jornalista de MS se destaca em debate
DA MORENA PARA O MUNDO – Carmen Cestari, na Band/SP, puxou a fila de jornalistas locais a trilharem o cenário nacional. Foi seguida por Ogg Ibrain (R...
Delcídio de volta à mídia local
QUEM NÃO APARECE – Abandonando período de ostracismo voluntário, ex-senador Delcídio do Amaral voltou aos estúdios de rádios e retransmissoras de TVs...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions