A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 24 de Março de 2017


  • De olho na TV
  • De olho na TV

    com Reinaldo Rosa


10/04/2013 17:25

Notícias meia bocas

Reinaldo Rosa
Legenda: Debora Nascimento pode ser vista na atração das 19 horas, da TV MorenaLegenda: Debora Nascimento pode ser vista na atração das 19 horas, da TV Morena

EXCESSO DE CUIDADOS – Redator de noticioso de TV local informa que “advogado é preso por falsificar assinatura de juízes”... “o advogado fez isso e aquilo”... E a nota segue até o fim com o nome do sujeito oculto. Por que tanto cuidado ao abordar fato cometido por profissional que mancha o nome de uma categoria? Campo Grande News noticiou o fato –dando nome ao boi- cumprindo compromisso com o leitor. Simples assim. A favor de fatos não há argumentos.

FILME NACIONAL COM LEGENDAS – Digna de elogios matéria produzia por Nélio Brandão focando, através da TV Morena, mandos e desmandos na Santa Casa, de Campo Grande. Único senão fica por conta de editores preocupados em salientar vícios de fala de entrevistados.

DITO E FEITO – Falando (ou escrevendo) nisso, a matéria é das mais esclarecedoras e poderá servir de munição para os que estão, realmente, interessados na melhoria de atendimento à saúde da população. Só não viu quem tem conveniência e/ou deficiência visual e auditiva de ocasião.

HOJE TEM AULA – Espelhando-se na citada denúncia do jornalista, iniciantes na carreira têm exemplos de como se produzir notícia antes de levá-la ao ar –ou escrevê-la. Ouvir todas as partes envolvidas na questão é dever primordial. Inevitável a repercussão nacional do trabalho da TV Morena.

NÃO TEM TU VAI TU MESMO – Interessante a disputa de noticiosos radiofônicos matinais. Enquanto o Tribuna Livre, da FM Capital, entrevistou o prefeito Alcides Bernal, o UCDB Notícias ‘atacou’ com participação do ex alcaide Nelson Trad Filho.

SEM ESSA – A surrada pauta dos cem dias de administração de chefes de Executivo tem nuances que beiram ao tragicômico. Interesses particularizados regem o comportamento de redações e editorialistas. Seriedade –e isenção- da informação é colocada na gangorra.

FALA DO PRESIDENTE – “Prêmio é reconhecimento. E também estimula controle de qualidade pelo sentimento natural de competitividade. Isso é sadio, coloca todos em constante movimento! Especificamente quanto ao Prêmio Morena de Criação Publicitária, é uma excelente iniciativa, pois motiva as agências a estar conectadas com inovações e novidades em suas produções. O que se reflete no mercado, oferecendo aos anunciantes aqui do estado um trabalho criativo e de qualidade. E que termina levando aos olhos do consumidor mensagens publicitárias excelentes. Assim também funciona a criatividade”.

Henrique de Medeiros – Publicitário

 

Radiojornalismo parado no tempo e no espaço
VERDADE DE CADA UM – Radiojornalismo de Campo Grande parou no tempo e espaço; grade criada – há tempos por alguns – não abandona a rotina. Loucos por...
Mudança da faixa AM para FM agita mercado radiofônico
MUNDO PEQUENO – Com o ‘estreitamento do mundo’ pela internet, sucessores de rádio de Campo Grande dirigem a emissora a partir de cidade americana. Mo...
MS no Rádio ajuda emissoras na cobertura oficial
NAS ONDAS DO RÁDIO – O projeto ‘MS no Rádio’ – com estúdio sediado na Secom (Subsecretaria de Comunicação) – divulga ações e serviços do Governo do E...
Diploma não supera talento do pessoal 'das antigas'
VEJA BEM – Maioria esmagadora dos comunicadores do Brasil surgiu em consequência do puro – e reconhecido – talento de quem se atirava na comunicação....



Concordo plenamente. Nos noticiários da capital o que se vê é, muito do mesmo. Dar um tempo absurdo a matérias irrelevantes e que não agregam nada no dia de ninguém é no minimo falta de pauta.
 
Junior Lemes em 11/04/2013 08:33:52
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions