ACOMPANHE-NOS    
JULHO, SÁBADO  11    CAMPO GRANDE 19º

De olho na TV

Programa tem novo endereço no rádio

Por Reinaldo Rosa | 02/09/2013 09:52

VOU SÓ, MAS EU VOU - Nesta segunda-feira, Robson e o personagem "Seo Inácio" estrearam novo endereço. A atração passa a fazer parte do Bom Dia Mega Mega 94, de cinco às oito horas, de segunda a sábado. Orfã do atrativo maior do programa matinal, a Blink partiu para a programação normal das demais.

COMPANHEIRO - Como 'escada' para alavancar suas intervenções, 'seu' Inácio passa a contar com o radialista Reinaldo Ayala. Procedente da Panificadora Carícia fez as primeiras incursões na Rádio Cultura AM, onde permanece ao longo das últimas décadas. A lamentar a ausência do jornalista Roberto Costa.

FALA POVO - "Senhor Reinaldo Rosa, infelizmente também assino Rosa, o senhor é muito deselegante em suas notas. Usar o termo palhaço/palhaçada para se referir à produção do SBT foi o fim da picada. Eu assisto aos programas deles e vou te dizer uma coisa, se é que o senhor não sabe. Por meio das matérias, muitas pessoas recebem ajuda de alimentos, remédios, roupas, etc. Porque o senhor ao invés de ficar alfinetando com estes textos chulos também não faz algo pra seu semelhante? Faz algo que preste sem denegrir os outros. Sua coluna hoje tá parecendo picadeiro!" (CECÍLIA ROSA)

R DO R - Realmente o autor emite textos diferentes daqueles contidos em colunas sociais. É indiscutível a liderança na preferência popular do programa a que se refere -sem citá-lo-. Faço algo para semelhantes propondo discussões sobre qualidade, quantidade e grau de cultura emitidos por programas de TV e rádio. Seja feliz ao assinar Rosa; ancestrais devem ser louvados. Lisonjeia tê-la como leitora.

FALA POVO II - "Reinaldo Rosa, o SBT e Globo (televisão aberta) são uma droga. Se um quer levar adeptos à igreja, a outra só dá maus exemplos em sua programação. A maioria dos programas de televisão não nos acrescenta nada. De que interessa saber se a mulher fictícia vai descobrir que seu marido tem uma amante. Tudo isso é só ficção!!! Não tem nada de informação, de crescimento. As pessoas tem é que sair da frente da TV e viver suas vidas". (RENATA ANTUNES)

COMEÇA AOS 40 - "É o Brasil ao vivo aí na sua casa. Boa noite", assim o apresentador Cid Moreira encerrou a primeira edição do Jornal Nacional que foi ao ar no dia 1º de setembro de 1969. Ao longo dos últimos 44 anos, o telejornal com uma das maiores audiências do país noticiou fatos históricos como a queda do Muro de Berlim em 1989, o impeachment do presidente brasileiro Fernando Collor de Mello em 1992 e o atentado às Torres Gêmeas em setembro de 2011. Algumas gafes também marcaram a história do noticiário, como quando o apresentador William Bonner se enganou, ao vivo, ao dizer que o correspondente Marcos Uchoa estava de capacete no link da Líbia. Fátima Bernardes tratou de corrigir o marido. Com Uol.