ACOMPANHE-NOS    
JUNHO, SÁBADO  06    CAMPO GRANDE 20º

De olho na TV

Quem paga aluguel, faz o que quer

Por Reinaldo Rosa | 11/03/2013 11:04

AINDA O ALUGUEL – Como parte do projeto político-eleitoral do vereador Coringa, em novo espaço na Difusora, sábado, podia-se ouvir frases nada recomendáveis pelo bem da educação de menores e maiores. Dentre outras coisas, avisos do tipo:  “você pode estar mandando suas indicação (sic) para o vereador através do nosso programa”. Salve Machado de Assis.

SELETIVO – Passando por cima do principal objetivo do rádio – de comunicar-se com a comunidade independentemente de credos políticos ou religiosos, tais programas deixam corados responsáveis profissionais do setor. Improvisada, na seleção musical não consta nada que seja fora do padrão gospel. A ‘cultura’ da equipe teria dificuldade em saber o significado da palavra laico.

RPM – Redatores de política -nas várias formas de jornalismo, podem cravar: vereador Bueno quer candidatar-se a deputado estadual (ou federal, ou a governador se for para o bem do partido). Aquele que parece ser locutor de rodeio, animador do horário do vereador, a cada três palavras por segundo, quatro são de abraço para alguém. Impossível quantificar.

OIAPOQUE AO CHUÍ – Abraços do vereador são mandados para todos os bairros da capital, passando por municípios do Estado. Em especial, os de maior densidade eleitoral. Claro.

ARREMATE - Da Difusora para o mundo. A pérola da manhã do último sábado, no mesmo ‘programa’ foi pronunciada pelo tal animador. “E aqui vai um abraço e um boa noite, do nosso vereador pra você que está aí no Japão”.

FUI BEM ALI – Assim como eleitores podem encontrar vereadores em rádios e produtoras de TV da Capital, os que reclamam da ausência do prefeito Bernal devem ligar para a FM Cidade, aos domingos. E dá-lhe polca.

DE VOLTA AO FUTURO – Quando Alcides Bernal impôs sua candidatura à prefeitura, uma das primeiras conseqüências contrárias ao ato (dentre tantas) foi o anúncio de sua demissão na citada emissora (publicada em coluna social). Após o resultado do último pleito, tapete vermelho foi-lhe estendido na imponente sede da rádio.

PRIMEIROS PASSOS – Rodadas do campeonato estadual de futebol, aos sábados, indicam lampejos de seriedade por parte de seus responsáveis. A continuar assim, só falta o aproveitamento de cronistas envolvidos, e a TV Morena continuar a transmitir os jogos. Seria o sonho, um sábado sem Luciano Huck. Já pensou?

CONSERTOS PARA JUVENTUDE – Com ‘s’ de consertar. Pelo fato de a Som Livre ser a responsável pela divulgação das andanças de André Rieu pelo mundo, a emissora apresentou o grande espetáculo do maestro, em São Paulo. A lamentar apenas a certeza de que recalcitrantes apreciadores de músicas de auditório de TV não queiram entender o que sejam, realmente, jóias da criação musical.

BAIXANDO O NÍVEL – Depois do alto quilate de músicas clássicas, a Globo coloca no ar um filme com Steve Seagal. Foi "pracabá".