A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 26 de Março de 2017


  • De olho na TV
  • De olho na TV

    com Reinaldo Rosa


05/04/2013 16:19

Rádio que sobe e desce

Reinaldo Rosa

RECALL – Ouvintes de rádio que, antes, não tinham nem bispo para reclamar, expressam opinião na coluna sobre suas preferências hertzianas. A FM Uniderp recebe atenção especial por parte de quem foge de programações criadas, especialmente, com visão “mais comercial do que musical”, conforme citado por leitor deste espaço.

MEU PAI PAI – Tarimbados profissionais de rádio sabem que não há ninguém mais observador do que o ouvinte. Atento a tudo – e a todos - ele lança mão do seletor de canais para sintonizar o que julga melhor além de emitir julgamentos sobre a programação. “Estes locutores (de Campo Grande) não inovam nunca, músicas e textos são repetidos todos os dias” é voz corrente ‘da razão do nosso programa’.

RÁDIO-NOVELA – Depois de ser substituído nos primeiros minutos do jogo por personagem com maiores garantias financeiras, programa rifado em horário nobre de rádio retorna ao ar. Com espaço reduzido em uma hora, o Boa Noite Campo Grande voltou nesta semana. Com a mesma proposta de informações políticas e/ou de utilidade pública, esporte, músicas e outras improvisadas editorias, a atração pode ser sintonizada a partir das 20 horas na Difusora AM sob o comando de Aristides Cordeiro e do economista Roberto Wolf.

LADO DO OUVINTE – O divino mestre Sérgio Cruz deu mostras do por que tantas vezes justiçado por um dos poderes. Por expressar verdades que incomodam a alguns que se julgam acima do bem e do mal, voltou a usar da liberdade de expressão e, claro, ganhou mais um desafeto, apreciador da imprensa amiga (quando se omite).

PRÊMIO AO TALENTO – Nesta semana, publicitários de plantão no estado (e no resto do país) literalmente pararam para apreciar a produção (simples e objetiva) sobre o Rock In Rio. Resultado; venda de mais de quatrocentos mil ingressos em menos de quatro horas. Escrevendo (ou falando) nisso, qual produção regional que chama a atenção de espectadores e espectadoras?

PREFERÊNCIAS – Lideranças –pessoais ou empresariais- (com todos os ais) são constatadas através de (muito) trabalho. Planejada e até mesmo improvisadamente certas atividades atingem o topo apenas por força de ser como são; em comunicação –escrita, falada ou televisada- quem se expressa é o público alvo. Aqui não há eleição de segundo turno.

RECICLE – Ser observado através do retrovisor alheio também é jeito de informar que está chegando; com vontade de ultrapassar. Reciclar e ligar a marcha no automático faz diferença. Em marcha lenta carroça também anda, mas demora sair do ponto de partida.

TV LADO Z – Parte do filme Tropa de Elite 2 mostra até onde (e como) pode chegar apresentadores de programas popularescos. Vide Roberto Jefferson, ex do O Povo na TV. Mesmo tendo chegado à posição de sexta maior economia mundial, boa parte da população do Brasil ainda cultua tais ‘jornalistas’. Em educação também somos experts em economizar.

SODADE MATADERA – Assim como tem político que não desceu do palanque, existe colunista social dando pitacos –e chorando- sobre o cadáver do recém finado BBB13. Chore não; ano que vem tem mais suplício para espiar.

 

Rádio que sobe e desce

CUECAS – “Também, com as curvas da Beyonce como chamariz, até eu” diriam alguns publicitários. Juntamente com Bom Jovy, a moça ficou no topo da venda de ingresso do Rock In Rio.

Radiojornalismo parado no tempo e no espaço
VERDADE DE CADA UM – Radiojornalismo de Campo Grande parou no tempo e espaço; grade criada – há tempos por alguns – não abandona a rotina. Loucos por...
Mudança da faixa AM para FM agita mercado radiofônico
MUNDO PEQUENO – Com o ‘estreitamento do mundo’ pela internet, sucessores de rádio de Campo Grande dirigem a emissora a partir de cidade americana. Mo...
MS no Rádio ajuda emissoras na cobertura oficial
NAS ONDAS DO RÁDIO – O projeto ‘MS no Rádio’ – com estúdio sediado na Secom (Subsecretaria de Comunicação) – divulga ações e serviços do Governo do E...
Diploma não supera talento do pessoal 'das antigas'
VEJA BEM – Maioria esmagadora dos comunicadores do Brasil surgiu em consequência do puro – e reconhecido – talento de quem se atirava na comunicação....



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions